Mulher é estuprada e agredida por dois homens diferentes na mesma noite em Florianópolis

Os dois suspeitos foram presos em flagrante em Florianópolis pelos crimes de estupro e violência doméstica, respectivamente; caso ocorreu no Norte da Ilha de SC

Dois homens foram presos em flagrante nesta terça-feira (28) suspeitos de, respectivamente, estupro e violência doméstica em Florianópolis contra uma mulher. A mulher foi estuprada por um homem e, ao chegar em casa, foi agredida pelo companheiro após contar sobre a violência sexual, segundo o relato da vítima.

Mulher foi estuprada em FlorianópolisCrime ocorreu nas servidões que dão acesso para a Praia Brava, no Norte da Ilha de Santa Catarina – Foto: Maps/Divulgação/ND

A mulher e namorado, ambos com cerca de 40 anos, bebiam durante a noite de terça na Praia Brava, no Norte da Ilha de Santa Catarina. Em certo momento os dois começaram a discutir e, já de madrugada, foram embora separados para casa, relata o delegado Tiago Gonçalves Escudeiro, responsável pelo inquérito.

Ao entrar sozinha em uma das ruas que dão acesso à avenida, a mulher começou a ser coagida por um homem com idade entre 32 e 35 anos – a investigação não soube precisar a idade. Ele a levou a força para casa. A mulher foi estuprada na residência do agressor, segundo a vítima

Após o episódio de violência, ela caminhou até a casa onde morava com o companheiro e contou para ele o abuso sofrido. Foi quando o namorado da vítima agrediu a mulher com chutes e socos. “No rosto dela tinha um inchaço característico de uma pancada”, detalha o delegado. Os ferimentos são agora analisados por perícia.

Canga foi encontrada na casa do agressor

A Polícia Militar foi acionada e ambos foram até a 7ª Delegacia de Polícia da Capital, em Canasvieiras. Lá, a vítima denunciou também o crime de estupro sofrido. Os policiais foram até a casa do homem suspeito de ter violentado sexualmente a mulher e encontraram a canga da vítima no local. O namorado e o suposto agressor foram presos em flagrante.

“O autor do estupro negou o crime, apesar de termos as descrições da residência e encontrarmos a vestimenta. O companheiro também negou as agressões, mas confessou o relacionamento problemático do casal. A vítima contou que ele a culpou pelo estupro pois ela estava com canga e biquíni”, conta o delegado.

O namorado já cometeu violência doméstica contra a mulher. “Pelo o que apuramos, ela tinha medida protetiva contra ele mas ela mesmo acabava permitindo a violação, tanto por dependência financeira e emocional”, explica Escudeiro.

Investigação

A investigação agora aguarda a conclusão das perícias que estão sendo realizados na roupa da vítima, encontrados com o homem suspeito de estupro. Também espera a conclusão dos exames toxicológicos e de corpo delito, realizados na vítima e no homem suspeito pelo abuso sexual.

A mulher foi encaminhada para hospital para a realização dos exames médicos necessários. O companheiro da vítima está preso, aguardando decisão judicial, e o homem suspeito pelo crime de estupro foi encaminhado ao Presídio da Capital.

“É importante tomar cuidado ao andar sozinha em determinados horários e locais, para evitarem serem vítimas desses predadores. Até mesmo para evitar golpes, como quando os agressores colocam drogas na bebida antes de violentar as mulheres”, alerta Escudeiro.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...