Mulher é morta a facadas dentro de casa em Araranguá; companheiro é principal suspeito

Corpo da vítima foi encontrado na cozinha da casa por um vizinho na manhã desta segunda-feira (7); filho da vítima, de 11 anos, terá acompanhamento psicológico

Uma mulher de 42 anos foi morta a facadas dentro de casa, em Araranguá, no início da manhã desta segunda-feira (7). O principal suspeito pelo crime é o companheiro da vítima, de 38 anos, que fugiu do local. O caso é tratado como feminicídio.

Vítima foi encontrada na cozinha de casa – Foto: Divulgação

De acordo com o delegado Jair Pereira Duarte da DIC (Divisão de Investigação Criminal), vizinhos relataram que o casal brigava constantemente. Na madruga de domingo (6) para segunda-feira, por volta das 3h, um dos vizinhos escutou uma forte discussão do casal. Minutos depois, “tudo ficou em silêncio”, relatou o vizinho aos policiais.

Porém, como as brigas eram frequentes, o vizinho acabou não dando atenção. Por volta das 6h, o filho da vítima, uma criança de 11 anos, foi visto andando sozinho na rua completamente molhado e aparentando estar confuso. O vizinho então abordou a criança e foi com ela de volta à casa da mãe.

Chegando ao local, ele encontrou a porta já aberta e com marcas de sangue. O corpo da vítima foi encontrado na cozinha. O homem então acionou a PM (Polícia Militar) que constatou o crime, isolando a área até a chegada do IGP (Instituto Geral de Perícias), Polícia Civil e IML (Instituto Médico Legal).

Conforme o delegado, o suspeito tem duas passagens policiais por tentativa de homicídio. A polícia segue nas buscas pelo homem. A arma do crime não foi localizada.

A criança foi ouvida de forma superficial e receberá atendimento psicológico. Segundo Duarte, é possível que o menino tenha visto a cena.

+

Polícia