Mulher mata marido após ele chamá-la de ‘velha e gorda’

Esposa convenceu marido a ser amarrado e na sequência asfixiou a vítima; suspeita chamou Bombeiros informando que homem se afogou

Duas mulheres, de 38 e 33 anos, foram presas no último sábado (25) na cidade de Itajubá, em Minas Gerais. Elas teriam assassinado o marido da mais velha por esfixia. A vítima tinha 51 anos e era funcionário público da prefeitura.

Mulher confessou crime e revelou como matou marido – Foto: Reprodução/PixabayMulher confessou crime e revelou como matou marido – Foto: Reprodução/Pixabay

Para cometer o crime, a esposa pediu para amarrar o homem como pretexto de testar a habilidade de imobilização e ele aceitou. As mãos e pés foram amarrados. Como ele não conseguia mais se defender, ela teria tampado a boca e nariz do homem para asfixiá-lo.

Com o homem desarcordado, a esposa chamou uma vizinha que já estava sabendo que a mulher iria assassinar o marido. Ao perceberem que ele havia morrido, tiveram o plano de simular que o homem teria se engasgado. As duas então colocaram um pedaço de alimento na garganta do homem e chamaram o Corpo de Bombeiros que tentaram a vítima, que já estava sem vida.

A esposa confessou e revelou à polícia como aconteceu o crime. Segundo a mulher, ela não tinha um motivo específico para assassinar o homem, mas disse que enquanto o asfixiava lembrava que ele lhe chamava de “gorda e velha”.

+

Polícia

Loading...