Mulher que usava nome do vice-prefeito de Gaspar para aplicar golpes é presa

De acordo com a investigação, a mulher se aproveitava de pessoas que buscavam assessoria jurídica para oferecer serviços em nome de Brick e fugir com o dinheiro das vítimas

Uma mulher de 44 anos foi presa nesta segunda-feira (1º) por estelionato, em Gaspar, no Vale do Itajaí. Ela é suspeita de praticar golpes usando a identidade do advogado e vice-prefeito de Gaspar, Marcelo Brick.

Mulher que usava nome do vice-prefeito de Gaspar para aplicar golpes é presa – Foto: Divulgação/Redes SociaisMulher que usava nome do vice-prefeito de Gaspar para aplicar golpes é presa – Foto: Divulgação/Redes Sociais

Segundo a Polícia Civil, Brick foi até a delegacia para fazer registro do boletim de ocorrência. Ele teria dito aos policiais que nunca autorizou a mulher a atuar em seu nome e se mostrou surpreso com a utilização indevida do nome e imagem nos golpes.

Na casa da mulher, localizada no bairro Margem Esquerda, foi encontrado o aparelho telefônico utilizado nos golpes.

A mulher foi detida e conduzida à Delegacia de Polícia de Gaspar para os procedimentos legais. Na sequência ela foi levada ao Presídio de Itajaí, onde ficará a disposição da Justiça.

O golpe

De acordo com a investigação da Polícia Civil, a mulher se aproveitava de pessoas que necessitavam de assessoria jurídica. A suspeita encaminhava às vítimas um suposto contato telefônico de Brick. No entanto, ela mesma conversava e negociava com as vítimas.

A mulher prometia atuar em processos judiciais, inclusive para liberar detentos. Para isso ela cobrava desde dinheiro, até materiais de construção e procedimentos capilares, dependendo do poder aquisitivo das vítimas. Como não conseguia cumprir o combinado a suspeita bloqueava o contatos das vítimas e desaparecia com o dinheiro e bens recebidos.

Ainda segundo a Polícia Civil, chegou a falsificar, ainda que de forma grosseira, de acordo com os investigadores, documentos judiciais, para dar mais veracidade aos golpes. Até o momento duas vez vítimas foram localizadas na cidade de Gaspar.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia