Mulher tem dedos quebrados por companheiro em Capinzal

Dois episódios de violência doméstica foram registrados em menos de uma semana; moradores prestaram socorro e chamaram a polícia

A Polícia Militar de Capinzal foi acionada para atender a um chamado envolvendo agressão, ameaça e injúria contra uma mulher na tarde de terça-feira (11).

Segundo a PM, a mulher contou que foi agredida e arrastada na rua pelo companheiro. Ela também relatou ter sido vítima de ameaça de morte. Moradores conseguiram socorrer a vítima.

Caso de violência contra mulher foi parar na Polícia Civil de Capinzal – Foto: Polícia Civil/Divulgação/MD

A vítima contou ainda que na última sexta-feira (7) ela foi agredida com um facão, tendo os dedos da mão esquerda quebrados. Na ocasião, o companheiro teria impedido que ela registrasse boletim de ocorrência.

Como a polícia foi acionada durante a agressão de terça, ambos foram conduzidos até a delegacia. A delegada Fernanda Gehlen da Silva de fato constatou que a mulher estava com ferimentos nos braços. Um inquérito policial foi aberto para investigar a lesão corporal. Sobre o flagrante de ameaça, a vítima acabou desistindo de representar, mas concordou em solicitar medida protetiva.

“Sobre o fato ocorrido na terça, foi solicitado apenas medida protetiva em virtude da renúncia da vítima em representar. Com relação à lesão corporal que ocorreu na semana passada, vai ser apurado porque é um crime de ação pública incondicionada, ou seja, não depende de representação da vítima. A mulher fará o exame de corpo delito e abriremos inquérito policial para apurar a situação”, explicou a delegada.

+

Polícia