Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


O Estado não pode e nem deve cometer crimes

Vídeo velho e vídeo novo

Semana passada mostrei um vídeo aqui que me emocionou.
Olhem que momento lindo.  Mostra que a polícia, aqui a polícia italiana,  pode ser rígida  quando o momento exigir,  mas também  pode e deve ser solidária, dependendo de cada caso.
A polícia é o Estado armado. Mas, o Estado tem que saber reconhecer o reto e o torto.
Fiquei sabendo que esse manifesto silencioso dos policiais italianos que chamou a atenção do mundo, mas não foi visto no Brasil, não foi agora na pandemia como se espalhou a notícia.
Aconteceu num protesto de agricultores na Itália há cinco anos.
.A ordem era descer o cacete. E o que fizeram os policiais? Cruzaram os braços e tiraram seus capacetes, no gesto militar de paz.
Não está se discutindo aqui a  pandemia, está se discutindo o comportamento da polícia, que pode ser com  negros do Haiti, dos Estados Unidos, com os surfistas na praia, com manifestantes   na França, Inglaterra, Italia, no Congresso Americano.
Esse vídeo não é fake. Não há nenhuma montagem nele.
Só não foi no lockdown. Foi na greve de quem planta a comida do país.
O que quero dizer  é que a polícia pode estar de acordo ou em desacordo com a sua função.

O gesto da polícia na Itália independente de quando e onde foi, deve ser registrado, aplaudido e divulgado, que é o que estou fazendo de novo.

O ESTADO não pode e não deve cometer crimes. Apenas evitá-los. Na Itália ou na Bahia.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.