O que acontece com Zé Trovão após se entregar à Polícia Federal

Zé Trovão se entregou, fez exame de corpo de delito e foi levado ao Presídio Regional de Joinville

Após se entregar à Polícia Federal de Joinville na tarde desta terça-feira, dia 26, Marcos Antônio Pereira Gomes, mais conhecido como Zé Trovão, prestou depoimento ao delegado da PF, fez exame de corpo de delito e logo em seguida foi conduzido ao Presídio Regional de Joinville, onde ficará detido à disposição da Justiça

zé Trovão foi levado ao presídio regional d ejoinvilleCaminhoneiro Zé Trovão se entregou na tarde desta terça-feira, dia 26, à Polícia Federal de Joinville – Foto: Reprodução vídeo

O advogado Elias Matar Assad explica que a apresentação foi espontânea e isso demonstra, em direito processual penal, que a pessoa que está se apresentando confia na Justiça.

Também traduz, segundo Elias, que a pessoa que se apresenta está confiante na sua própria história, tem argumentos bons de defesa para provar sua inocência.

“Fizemos esse ato de apresentação com base nessas duas premissas”, complementa Eli

apresentação espontâneaDocumento de apresentação espontânea apresentado à Polícia Federal. – Foto: Divulgação ND

A defesa está analisando as provas que têm contra Zé Trovão, as manifestações dele, para entender constituem ou não algum delito.

“Nós entendemos que não há delito. Entendemos que está acobertado pelo direito constitucional de liberdade de expressão. Dentro dessa linha, vamos sustentar a defesa de Zé Trovão”, explica, ainda, o advogado Elias Matar Assad, que deixou Joinville no meio da tarde desta terça-feira rumo a Curitiba, onde irá ingressar com um pedido de liberdade ao ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Na pior das hipóteses, vamos entrar com uma medida cautelar menos gravosa que a prisão”, explica a defesa.

O pedido de prisão de Zé Trovão por atos antidemocráticos foi expedido pelo ministro Alexandre de Moraes. O caminhoneiro foi um dos líderes da manifestação de 7 de Setembro, que culminou na paralisação dos caminhoneiros.

Nota oficial divulgada pela Polícia Federal.Nota oficial divulgada pela Polícia Federal.

Foragido e bancado por amigos e apoiadores

Zé Trovão estava foragido, desde agosto deste ano, no México, onde chegou a pedir asilo político. Amigos e apoiadores estavam ajudando financeiramente.

No entanto, ele estava ficando sem dinheiro no México e precisando voltar ao Brasil. Dizia que precisava trabalhar para poder sustentar a família, que mora em Joinville. Zé Trovão tem três filhos, um deles recém-nascido.

Segundo a Polícia Federal, Zé Trovão saiu do México em um voo comercial e foi até o Peru. Entrou no Brasil pela fronteira seca do Peru.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...