O que se sabe até agora sobre a morte de Tayná, encontrada seminua em matagal de Itapema

Corpo da jovem foi encontrado em um matagal no bairro Alto São Bento, no último domingo (24); polícia investiga o caso

O corpo de Tayná Antônio de Araújo, de 24 anos, foi encontrado no último domingo (24) em Itapema, Litoral Norte catarinense. A morte da jovem é envolvida por mistérios, que ainda devem ser revelados por uma investigação da Polícia Civil.

Corpo de Tayná foi encontrado em um matagal em Itapema – Foto: Reprodução/InternetCorpo de Tayná foi encontrado em um matagal em Itapema – Foto: Reprodução/Internet

Tayná foi encontrada morta com sangramento no nariz e sem a parte de cima das roupas. O primeiro relatório da PM (Polícia Militar) alegava que o corpo tinha marcas de violência, mas, segundo o delegado que conduz a investigação, Aden Claus Ceber Pereira, isso não se confirmou pelo laudo do IGP (Instituto Geral de Perícias).

Do que ela morreu?

O laudo mostra que Tayná morreu vítima de um edema agudo pulmonar. No entanto, ainda faltam resultados de exames complementares que vão revelar o que causou o edema.

Violência sexual?

A violência sexual, possibilidade levantada pela polícia, não se comprovou. O corpo de Tayná não tinha marcas que pudessem comprovar uma violência sexual, ferimentos por esganadura, ou por arma branca. A polícia também descarta feminicídio, por enquanto.

Há suspeitos?

Um suspeito de envolvimento no caso se apresentou à Polícia Civil de Itapema nesta quarta-feira (27). O homem de 44 anos prestou depoimento e foi liberado.

O suspeito negou ter causado a morte da jovem. Ele alegou que ela teria morrido por overdose, por uso excessivo de cocaína. Tayná teria passado mal próximo ao local onde o corpo foi encontrado. Quando percebeu que a jovem havia morrido, o homem teria se assustado e fugido, deixando o corpo no local, no bairro Alto São Bento.

Quem era Tayná?

A polícia ainda não tem detalhes sobre quem era Tayná. Segundo as redes sociais dela, a jovem morava em Balneário Camboriú. A família dela é do Paraná.

Uma amiga de Tayná publicou um texto lamentando a morte da jovem. “Uma menina tão boa, corajosa, de um coração enorme. Não entendo porque se foi, mas sei que Deus sabe todas as coisas e sei que você tá do ladinho dele aí cuidando de nós”.

O irmão dela também compartilhou o luto nas redes sociais: “Te amarei para sempre, mana, cuida de mim aí em cima”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Diversa+ na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...