Operação da PF mira tráfico internacional de drogas em portos de SC

Ao todo, 84 mandados estão sendo cumpridos em 15 cidades dos Estados de Santa Catarina, Rio Grande do Sul e Rio de Janeiro

Uma megaoperação contra o tráfico internacional de drogas foi deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (10) em quatro estados brasileiros. Batizada de ‘Shipping Box’, ela tem como alvo uma grande organização criminosa do Sul, suspeita de enviar grandes cargas de cocaína a partir de portos do Brasil.

Em uma das apreensão, 600kg de cocaína foram encontrados no Porto de Itapoá – Foto: Polícia FederalEm uma das apreensão, 600kg de cocaína foram encontrados no Porto de Itapoá – Foto: Polícia Federal

Ao todo estão sendo cumpridos 34 mandados de prisão e 50 de busca e apreensão em 15 cidades nos estados de Santa Catarina (Joinville, Itapoá, Jaraguá do Sul, São Francisco do Sul, Itajaí, Navegantes, Balneário Piçarras, Barra Velha, Itapema, Canelinhas e Criciúma), Paraná (Paranaguá), Rio Grande do Sul (Rio Grande), São Paulo (Mogi Mirim) e Rio de Janeiro (Cabo Frio).

Durante as investigações já foram apreendidas cerca de seis toneladas de cocaína e oito pessoas foram presas em flagrante. Ainda segundo a PF, na operação desta quinta, uma arma foi apreendida com um dos suspeitos.

Como funcionava o esquema

Para embarcar as drogas, a organização criminosa se valia de vários expedientes, como a cooptação de funcionários dos portos para facilitar a entrada do entorpecente e a criação de compartimentos falsos em caminhões para transporte de traficantes e cargas de drogas para dentro dos portos. Eles também criavam empresas de logística de carregamento e transporte de contêineres para atrair a exportação de cargas lícitas que ensejassem a oportunidade de enxerto e embarque da cocaína.

Parte das cargas que vinham da Bolívia eram inseridas em contêineres a bordo de navios para a Europa, enquanto outra parte era pulverizada para abastecer organizações criminosas dedicadas ao tráfico para consumo interno.

Drogas eram inseridas em contêineres e enviadas para a Europa por meio de navios – Foto: Polícia Federal/DivulgaçãoDrogas eram inseridas em contêineres e enviadas para a Europa por meio de navios – Foto: Polícia Federal/Divulgação

Na operação também estão sendo sequestrados 68 veículos, 23 imóveis e duas embarcações, além do bloqueio de 30 contas bancárias de vários investigados.

Na investigação, a PF também encontrou indícios de lavagem de dinheiro por parte dos investigados através da criação de empresas fictícias e aquisição de ativos como ouro e até mesmo cripitomoedas.

Durante o cumprimento dos mandados, uma arma foi apreendida – Foto: Polícia Federal/DivulgaçãoDurante o cumprimento dos mandados, uma arma foi apreendida – Foto: Polícia Federal/Divulgação

Shipping Box

A operação recebeu o nome ‘Shipping Box’ numa alusão, em inglês, ao método de atuação da organização criminosa, que usava o sistema de despacho marítimo de drogas escondidas em contêineres.

Os investigados devem responder pelos crimes de tráfico de drogas e formação de organização criminosa. As penas máximas somadas devem ultrapassar os 30 anos de prisão.

Os presos serão conduzidos às sedes da PF em Joinville e Itajaí, onde serão interrogados para, posteriormente, serem levados ao presídio regional de Joinville, onde ficarão recolhidos à disposição da Justiça Federal.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia