Operação da polícia investiga crime eleitoral em Águas de Chapecó

Seguranças de um candidato a vereador estariam coagindo eleitores pelas ruas da cidade

Nos últimos dias de campanha para as eleições 2020, a polícia do Oeste de Santa Catarina, prendeu três seguranças com arma de fogo por supostamente coagir eleitor em Águas de Chapecó. O eleitor estaria circulando pelas ruas da cidade em uma Renault Duster quando foi ameaçado por essas pessoas. Segundo a polícia, os três detidos apoiavam um candidato a vereador.

Foram cumpridos mandados de busca domiciliar e três pessoas foram presas – Foto: Polícia CivilForam cumpridos mandados de busca domiciliar e três pessoas foram presas – Foto: Polícia Civil

A Polícia Civil cumpriu, ainda, três mandados de busca domiciliar em endereções ligados a esse candidato a vereador. A investigação se deu para apurar possíveis ameaças e coações contra eleitores, promovidas por pessoas de outras cidades.

Durante a operação o investigado se apresentou e permaneceu em silêncio diante da polícia. A investigação continuará, a fim de confirmar o envolvimento de outros suspeitos.

A investigação continua a fim de confirmar o envolvimento de outros suspeitos – Foto: Polícia CivilA investigação continua a fim de confirmar o envolvimento de outros suspeitos – Foto: Polícia Civil

Participaram da operação os policiais das unidades subordinadas às Delegacias das Comarcas de São Carlos, Palmitos e Pinhalzinho.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...