Operação em Saudades e Pinhalzinho prende 10 envolvidos em organização criminosa

Cerca de 50 policiais cumpriram 18 mandados judiciais nos dois municípios de SC e um no Rio Grande do Sul

Dez pessoas foram presas na manhã desta quarta-feira (12) durante a  Operação “Ás de Espada” em duas cidades do Oeste de Santa Catarina. A ação da  PC (Polícia Civil) teve como objetivo combater uma organização criminosa envolvida com o tráfico de drogas que buscava se instalar em Pinhalzinho.

Operação em Pinhalzinho e Saudades aconteceu na manhã desta quarta-feira – Foto: Polícia Civil/NDOperação em Pinhalzinho e Saudades aconteceu na manhã desta quarta-feira – Foto: Polícia Civil/ND

A investigação, que começou há dois meses, apura crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo, corrupção de menores, entre outros. Durante a apuração algumas pessoas já haviam sido presas e drogas apreendidas.

Foram cumpridos 18 mandados judiciais, sendo 11 de busca e apreensão em Pinhalzinho e um em Saudades. E seis mandados de prisão em Pinhalzinho e um em um presídio no Rio Grande do Sul, pois o investigado já se encontrava preso.

Veja o que diz o Delegado da Polícia Civil, Jerônimo Marçal Ferreira:

Do total de presos, seis foram autuados em flagrante por posse irregular de munição e tráfico de drogas – dois deles, além da prisão em flagrante, tiveram mandado de prisão cumprido. A operação mobilizou cerca de 50 policiais civis de sete cidades da região. 

Ainda nesta quarta, foram apreendidos mais de um quilo de maconha, cocaína, celulares, balanças, mais de R$ 3 mil, objetos usados para embalar a droga. A investigação deve continuar, segundo a Polícia Civil.

Operação em Saudades e Pinhalzinho prende 10 envolvidos em organização criminosa – Foto: Polícia Civil/NDOperação em Saudades e Pinhalzinho prende 10 envolvidos em organização criminosa – Foto: Polícia Civil/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...