Operação investiga farra do boi que fez animal fugir para o mar em SC

Depoimentos para esclarecer farra do boi que fez animal fugir para o mar foram colhidos por policiais; relembre o caso

Um inquérito policial que apura crimes relacionados a maus-tratos de animais e associação criminosa relacionada à prática da farra do boi no Litoral Norte de Santa Catarina, resultou numa operação da Polícia Civil e cumprimentos de mandados de busca e apreensão em Porto Belo e Bombinhas nesta quarta-feira (18).

A investigação é da Delegacia de Polícia de Porto Belo. Na ação, houve o apoio da Delegacia de Polícia de Bombinhas, Polícia Militar e do GOR (Grupo de Operações e Resgate).

Forças de segurança cumpriram mandados de busca e apreensão em SC – Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoForças de segurança cumpriram mandados de busca e apreensão em SC – Foto: Polícia Civil/Divulgação

Um inquérito policial foi instaurado para apurar os crimes de maus-tratos a animais e associação criminosa relacionados à prática da farra do boi no bairro Araçá, em Porto Belo.

Durante as investigações, foram colhidos depoimentos e registros de ocorrências da farra do boi nos anos de 2020, 2021 e 2022. Neste período, três animais utilizados na farra foram resgatados pelo GOR com o apoio da Polícia Militar.

Um dos animais utilizados na farra chegou a se jogar no mar para fugir dos farristas, sendo efetuado um vídeo por tripulantes de uma lancha de passeio.

Gaiolas foram apreendidas – Foto: Polícia Civil/DivulgaçãoGaiolas foram apreendidas – Foto: Polícia Civil/Divulgação

A última ocorrência da prática da farra do boi foi no último domingo (5), após denúncias, o boi foi resgatado nesta terça-feira (17). Durante as buscas, foram apreendidos dois pássaros, um papagaio e uma coleira sem autorização do órgão ambiental.

Ainda foram apreendidas gaiolas e armadilhas para capturar pássaros, gerando a instauração de Termo Circunstanciado pela prática de possuir animais da fauna silvestre sem a devida licença ou autorização.

O inquérito policial será concluído após a análise do material apreendido. Os investigados podem responder pelos crimes de maus-tratos a animais, com pena prevista de três meses a um ano, e associação criminosa, com pena de reclusão de um a três anos.

Para fugir da farra do boi, animal vai parar no mar; relembre

Cenas flagradas em Porto Belo próximo ao bairro Araçá, em maio de 2021, mostram o desespero de um animal. Um boi foi parar no mar na tentativa de fugir de farristas, e pessoas que navegavam pelas proximidades registram a cena (assista abaixo).

Para fugir da farra, boi vai parar no mar em Porto Belo – Vídeo: Reprodução/ND

O GOR (Grupo de Operações em Resgate) chegou a ir até o local, mas não achou nem o animal, nem os farristas. Segundo a entidade, o animal está sendo farreado desde a semana passada, mas até agora não foi possível fazer o resgate.

A PM (Polícia Militar) também esteve nas proximidades do bairro Araçá, mas não identificou movimentação nem de farristas, nem do boi.

A prática da farra do boi é crime desde 1998, mas a prática ainda é comum, tanto na Grande Florianópolis quanto no Litoral Norte, em especial na época da Quaresma, que antecede a Páscoa. Quem pratica o crime pode ser condenado à detenção de três meses a um ano, e pagamento de multa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...