Padrasto é preso por estuprar enteada ao longo de 5 anos com omissão de mulher em SC

De acordo com a polícia, mãe de adolescente desdenhava da situação e não acreditava no que a filha contava sobre abusos por 5 anos

A polícia prendeu nesta terça-feira (7), o acusado de estuprar a enteada por 5 anos no bairro Limeira Baixa em Brusque no Vale do Itajaí. Os abusos começaram quando a menina tinha 9 anos de idade e foram interrompidos aos 14 anos da menina.

O acusado foi preso em Santo Amaro da Imperatriz. As investigações sobre os abusos começaram em dezembro de 2020, quando a adolescente acompanhada da tia, foi à DPCAMI (Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso) de Brusque e denunciou os estupros.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Matusalém Jr. de Moraes Machado, acompanhada da tia, a adolescente contou os inúmeros episódios de abusos que sofria do padrasto de 55 anos que, na época, morava com ela e a mãe.

Estupros começaram quando a menina tinha 9 ano e terminaram aos 14 anos dela – Foto: Reprodução vídeo NDTVEstupros começaram quando a menina tinha 9 ano e terminaram aos 14 anos dela – Foto: Reprodução vídeo NDTV

Ainda no depoimento, a adolescente contou que a mãe sabia dos estupros, mas não acreditava nela e desdenhava da situação. “Os dois foram denunciados por estupro de vulnerável e se tornaram réus, a mãe no caso por omissão, pois sabia dos abusos, mas não procurou nem denunciou às autoridades”, destacou o delegado.

A DPCAMI de Brusque soube, mediante investigações, que o acusado estava morando em Águas Mornas e diante do mandado de prisão preventiva contra ele, os policiais pediram apoio das forças de segurança da cidade para prender o acusado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...