Pai afirma ter matado a própria filha ‘para não deixá-la órfã’

Homem foi preso após confessar assassinato de menina de 3 anos, esposa e sogra

Miqueias da Silva Santana, de 30 anos, suspeito de ter matado a própria filha, a esposa e a sogra disse que matou a criança de apenas 3 anos de idade para “não deixa-la órfã” e para que ela “não sofresse na mão de ninguém”. A afirmação foi feita durante depoimento à PC (Polícia Civil) na tarde da última terça-feira (18), em Campinas, no interior de São Paulo.

Homem foi preso após confessar assassinato de menina de 3 anos, esposa e sogra – Foto: Pixabay/NDHomem foi preso após confessar assassinato de menina de 3 anos, esposa e sogra – Foto: Pixabay/ND

Segundo informações do Metro World News, homem foi preso após confessar ter matado, além da filha, sua esposa e sogra. Ele mesmo ligou para à PM (Polícia Militar) e informou sobre o triplo homicídio.

Segundo Mateus Rocha, delegado assistente da 2ª Delegacia de Defesa da Mulher de Campinas, o assassino acreditava que matar a filha seria a melhor solução, porque ela ficaria sem a mãe, sem a avó e sem o pai, já que ele sabia que seria preso.

O triplo homicídio

O casal teria começado a discutir na segunda-feira (17), e sogra – que morava em outra casa, mas no mesmo terreno – tentou acalmar os ânimos. Miqueias, então, agrediu a idosa com uma enxada na cabeça. A filha também foi ferida. Já a esposa foi morta na manhã de ontem, a golpes de pá.

Por volta das 9h, o homem ligou para o telefone 190, dizendo que “havia feito uma besteira”. Policiais militares foram até o local e o prenderam em flagrante.

As vítimas foram veladas na manhã de hoje, no Cemitério dos Amarais, também em Campinas.

+

Polícia

Loading...