Para não perder o cliente: traficante é preso com cocaína e máquinas de cartão

Ocorrência foi registrada no Sul de SC, em Criciúma, onde um homem foi preso portando quase 40 gramas de cocaína, dinheiro em espécie e máquinas de cartão de crédito

Um homem foi preso, na madrugada deste domingo (28), em Criciúma, no Sul do Estado, em posse de quase 38 gramas de cocaína, além de dinheiro em espécie. O que chamou a atenção dos policiais militares, no entanto, foi a apreensão de máquinas de cartão de crédito com o suspeito.

Homem é preso com cocaína, dinheiro e máquina de cartão – Foto: PMSC/divulgaçãoHomem é preso com cocaína, dinheiro e máquina de cartão – Foto: PMSC/divulgação

É o trabalho da PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina): atuação ostensiva e preventiva, logo, a prisão de Luis Felipe Pavesi Miranda, que não teve a idade divulgada e que já possui passagens por tráfico de drogas, foi mais uma na rotina policial.

O detalhe é que, juntamente com uma quantia considerável do entorpecente, os policiais localizaram, na residência onde ele foi abordado, máquinas de cartão de crédito. Para os policiais, inclusive, isso denota, mais uma vez, a “organização” dos criminosos para que os usuários tenham várias maneiras de adquirir a droga.

A abordagem foi realizada no bairro Vila Manaus, em Criciúma, em frente a residência de Luis Felipe. Após ser algemado pelos policiais, uma “varredura” foi feita no endereço e lá, foram encontradas as máquinas de cartão de crédito, R$ 600 em espécie, uma balança de precisão além de outros insumos de embalagem e fracionamento da droga.

Prejuízo de quase R$ 2 mil

Com o preço da grama vendido a R$ 50, a estimativa é que a apreensão realizada pelos policiais tenha gerado um prejuízo de R$1.870 para o traficante, se tratando apenas da substância.

Quantia, ao ser comercializada por R$50 a grama, iria gerar quase R$2 mil reais – Foto: PMSC/divulgaçãoQuantia, ao ser comercializada por R$50 a grama, iria gerar quase R$2 mil reais – Foto: PMSC/divulgação

Ainda de acordo com informações repassadas, Luis Felipe já havia sido preso pelo mesmo delito em uma ocorrência que, no momento da abordagem, teria fugido dos policiais. Na ocasião o acusado também foi preso em posse de cocaína.

+

Polícia