PC procura homens que amordaçaram, mataram e roubaram idoso na Grande Florianópolis

Caso, que foi elucidado, está sob os cuidados da DIC (Divisão de Investigação Criminal) de Palhoça e resultou, até o momento, em uma apreensão

A Polícia Civil de Palhoça, por meio da DIC (Divisão de Investigação Criminal), está atrás de três autores de um latrocínio registrado no município, em abril deste ano, no bairro Enseada de Britto.

Agentes da PC de Palhoça apreenderam um adolescente nesta sexta-feira – Foto: PC/divulgaçãoAgentes da PC de Palhoça apreenderam um adolescente nesta sexta-feira – Foto: PC/divulgação

Um adolescente foi apreendido nesta sexta-feira (8) e, outros três homens que não tiveram maiores detalhes divulgados, são procurados.

A vítima foi um pescador de 62 anos encontrado morto em sua residência. Estava com a boca amordaçada e com marcas de ferimentos pelo corpo provocados por instrumento contundente.

Os agentes, de acordo com nota emitida pela PC, elucidaram o caso com auxílio do IGP (Instituto Geral de Perícias), além de diligências realizadas nos últimos meses.

Para a investigação um dos quatro homens tinha conhecimento de uma quantia em dinheiro, recebida pela vítima, que foi subtraída após o pescador ser amordaçado e morto.

Investigação concluída

Quatro pessoas foram identificadas como autoras do crime onde os investigadores descobriram a dinâmica e o veículo utilizado.

No final de setembro, após receber o inquérito policial elaborado pela DIC/PCSC de Palhoça, a Justiça de Palhoça decretou as prisões preventivas dos investigados e as apreensões dos adolescentes envolvidos.

Nesta sexta-feira (8), ocorreu a diligência para a captura de um dos autores do crime, o qual foi apreendido no bairro São Luiz, em localidade conhecida como Morro do Avaí, em São José.

As investigações seguem para a captura dos demais.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...