Briga e ritual religioso: homem que sequestrou crianças em Florianópolis detalha crime

Morador do Rio Vermelho foi preso em flagrante após libertar três irmãos na manhã desta quarta-feira (15)

Preso em flagrante após libertar três crianças na manhã de quarta-feira (15), um pedreiro residente no bairro Rio Vermelho, em Florianópolis, foi indiciado pelos crimes de sequestro, cárcere privado e abandono de incapaz na CPP (Central de Plantão Policial).

Ele levou os três irmãos, um menino de 4 anos e duas gêmeas de 9; quando saia de um ritual religioso na servidão Maurílio Nunes, no Norte da Ilha, na madrugada de quarta.

polícia Detido em flagrante foi levado à Central de Plantão Policial, junto a 5 DP, em Florianópolis – Foto: Divulgação/ND

O acusado deve passar por uma audiência de custódia nesta quinta-feira (16). Na audiência, um juiz de Direito vai definir se o homem vai responder pelos crimes preso ou em liberdade.

<< Homem que sequestrou crianças em Florianópolis se aproveitou de distração em briga >>

O homem foi detido a duas quadras de distância do local do culto. As crianças foram liberadas, aparentemente, sem terem sofrido agressões.

<< Mistério cerca desaparecimento de crianças em Florianópolis >>

“No depoimento preliminar, o homem disse que estava no ato religioso e quando percebeu uma briga com os pais das crianças, resolveu levá-las para a sua casa. Pela manhã, diante da repercussão do caso, ele contou que colocou os três para fora da sua residência”, informou o delegado Nivaldo Rodrigues, da 8ª DP da Capital, que foi o primeiro a conversar com o acusado.

Assim como a família das vítimas, o pedreiro também é natural do Rio Grande do Sul. Todos frequentam a mesma religião, mas ainda não há informação se havia um desentendimento entre o acusado e os pais das crianças. O pedreiro não tem antecedentes criminais, segundo a polícia.

Entenda o caso

Durante a madrugada de quarta (15), perto das 3h, a família das vítimas estava no ato religioso. Na saída, os pais das crianças começaram a discutir e, de acordo com relatos, a confusão terminou em vias de fato. Neste meio tempo, o acusado pegou as crianças e levou para a sua casa, a duas quadras da servidão Maurílio Nunes. Na manhã de quarta-feira, enquanto familiares e policiais realizavam buscas, as crianças apareceram misteriosamente.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...