Pedro de Queiroz comenta porque caso de mulher morta no Estreito é caracterizado como feminicídio

Na segunda-feira (8) uma mulher de 43 anos foi assassinada pelo ex-companheiro, no bairro Estreito, em Florianópolis.

O assessor jurídico Pedro de Queiroz explica porque as circunstâncias do caso o caracterizam como feminicídio.

+

Cidade Alerta SC