PF prende candidatos foragidos durante prova de concurso em SC e outros estados

Segundo a Polícia Federal, os cumprimentos dos mandados de prisão foram realizados de "forma discreta e sem causar tumulto"

A Polícia Federal prendeu no último domingo (23), durante a realização das provas do concurso da corporação, 11 candidatos inscritos que tinham mandado de prisão em aberto.

Polícia Federal prende 11 foragidos da Justiça durante provas de concurso – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/NDPolícia Federal prende 11 foragidos da Justiça durante provas de concurso – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND

As prisões foram efetuadas nos estados de Santa Catarina, Acre, Bahia, Mato Grosso, Rondônia, Roraima, Rio Grande do Sul, Sergipe, São Paulo e Distrito Federal.

De acordo com a PF, os cumprimentos dos mandados de prisão foram realizados de “forma discreta e sem causar tumulto ou prejuízo para a aplicação das provas”. “Além de retirar do convívio social indivíduos procurados pela Justiça, a atuação da PF garantiu a segurança do concurso”, registrou o órgão em nota.

Apenas uma pessoa foi detida pela polícia em Santa Catarina. Contudo, o local da prisão e o crime pelo qual o foragido respondia não foram divulgados.

As provas escritas aplicadas no último domingo são referentes a concurso para provimento nos cargos de delegado, agente, escrivão e papiloscopista.

A realização das provas, em meio a restrições para combate à pandemia da Covid-19, acabou sendo questionada na Justiça e provocando resposta do Supremo Tribunal Federal.

Pela primeira fez, a Corte realizou um julgamento no plenário virtual – plataforma que permite que os ministros votem à distância – com início e término do mesmo dia, a última sexta-feira (21). Na ocasião, por 10 votos a 1, os ministros decidiram manter as datas de realização das provas.

+

Polícia

Loading...