PM apreende drogas e homens em ocupação do bairro Saco Grande, em Florianópolis

Por tempo indeterminado, a série de ações policiais busca armas e drogas na região em resposta à tentativa de bloqueio da SC-401 na última terça-feira (15)

Em resposta à tentativa de bloqueio na SC-401 na última terça-feira (15),  a PM (Polícia Militar) prendeu dois homens em flagrante por tráfico de drogas e associação ao tráfico, além de apreender dois adolescentes pelo mesmo crime. A série de ações segue no bairro Saco Grande e região por tempo indeterminado, informou nesta quarta-feira (17) o comandante do 4º BPMSC, tenente-coronel Dhiogo Cidral de Lima.

Polícia Militar prendeu dois homens por tráfico, além de apreender em 24 horas 8 kg de maconha e 71 pedras de crack – Foto: PMSC/Divulgação/NDPolícia Militar prendeu dois homens por tráfico, além de apreender em 24 horas 8 kg de maconha e 71 pedras de crack – Foto: PMSC/Divulgação/ND

A PM conseguiu, em 24 horas, apreender 8 kg de maconha, 71 pedras de crack, R$ 1.901 em espécie e um rádio comunicador. O objetivo da ação é apreender armas e identificar os envolvidos na tentativa de bloqueio da rodovia estadual mais movimentada do Estado, que usou pneus em chamas. Segundo a Polícia Militar Rodoviária, um grupo de homens chegou a abrir fogo contra os policiais, mas o confronto durou pouco tempo.

Conforme o comandante do 4º BPMSC, tenente-coronel Dhiogo Cidral de Lima, o motivo do tumulto na terça foi em virtude da morte de um criminoso no Morro do Mocotó. “Ele era de uma facção criminosa e parentes que fizeram essa tentativa de bloqueio, o que reforça o caráter criminoso da situação”, detalha Cidral.

Blitz e operações nas localidades seguem nesta quarta, mas sem muitos detalhes para não prejudicar o andamento das investigações.

“É importante destacar que já tivemos um retorno positivo da comunidade, que sabe dos problemas de tráfico de drogas na região. Moradores veem com bons olhos porque sabem da criminalidade crescente por causa do crescimento desordenado”, aponta Cidral.

Ainda de acordo com o tenente-coronel, pelo menos dois suspeitos que participaram da ação de terça foram identificados. Além da PM, está envolvido o comando especializado da polícia, com o Bope e o Choque.

Barreiras foram montadas em pontos estratégicos nos acessos ao bairro. O patrulhamento e a busca de armas e drogas segue por tempo indeterminado.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia