PM baleado em assalto a banco em Criciúma recebe alta hospitalar

Soldado Jeferson Luiz Esmeraldino foi atingido no abdômen durante o assalto ao banco e chegou a ficar 30 dias internado em UTI

O policial militar Jeferson Luiz Esmeraldino, de 32 anos, recebeu alta hospitalar no fim da tarde desta sexta-feira (5). O soldado foi ferido durante um assalto a uma agência do Banco do Brasil, em Criciúma, no Sul de Santa Catarina.

Soldado Jeferson Luiz Esmeraldino sorri dentro de carroSoldado Jeferson Luiz Esmeraldino foi baleado e segue em estado grave – Foto: Reprodução/Redes Sociais

Em nota, a Polícia Militar informou que o soldado deve seguir o tratamento médico em sua residência. Além disso, ele vai receber o atendimento de uma equipe médica especializada em atendimento domiciliar, e acompanhado de seus familiares.

O soldado foi atingido no abdômen durante a troca de tiros com os bandidos. O projétil acertou o fígado e o estômago do militar. Por conta disso, ele precisou passar por três cirurgias e ficou internado em uma UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por 30 dias.

Relembre o caso

Na madrugada do dia 1º de dezembro de 2020, a cidade de Criciúma foi sitiada por 30 assaltantes, fortemente armados, e que estavam em 10 veículos de luxo.

O capítulo ficou conhecido nacionalmente e foi o maior assalto da história de Santa Catarina. Além disso, um caminhão foi lançado em frente ao 9º Batalhão da Polícia Militar e atearam fogo para impossibilitar a atividade da tropa.

Imagem em frente ao Banco do Brasil, assalto em CriciúmaAnálises de DNA devem ajudar a reconhecer suspeitos – Foto: Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND

Durante os disparos no Batalhão, uma guarnição de Rádio Patrulha e outra do PPT cruzaram com um dos veículos utilizados pelos criminosos na altura do Shopping Criciúma. Foi neste momento que o soldado Jeferson foi baleado.

Por volta da meia-noite, os assaltantes partiram para o Centro da cidade. Eles utilizaram explosivos para efetuar o roubo no Banco do Brasil, fizeram diversos disparos e reféns na via pública.

Próximo das 2h da madrugada, os criminosos fugiram do local em direção a cidade de Nova Veneza. Foram deixados cerca de 200 quilos de explosivos em alguns pontos da cidade.

Os veículos utilizados pelos criminosos foram encontrados em meio a uma plantação no início da manhã desta terça-feira na cidade vizinha. A polícia acredita que eles tenham fugido em outro veículo.

Após a fuga, parte do dinheiro roubado ficou espalhado pelas ruas. Quatro pessoas foram flagradas recolhendo esse dinheiro e foram detidas. Com elas, foram encontrados cerca R$ 810 mil.

Por volta das 8h, quatro artefatos explosivos foram desativados pelo esquadrão de bombas do Cobra, sendo três nas proximidades da praça do congresso, e um na agência do Banco do Brasil. No total, foram encontrados 200 kg de explosivos.

Por volta das 11h, esses artefatos foram levados até um local apropriado na região Norte de Criciúma para serem destruídos.

+

Polícia