Polícia Civil de Itajaí investiga morte da mãe de trigêmeos

Camila Cassimiro morreu por conta de uma hemorragia grave, após dar à luz aos trigêmeos no Hospital Marieta

A Polícia Civil de Itajaí instaurou inquérito para apurar as causas da morte de Camila Cassimiro da Conceição, de 32 anos, que morreu após complicações pelo parto dos trigêmeos, nascidos no Hospital e Maternidade Marieta Konder Bornhausen na última terça-feira (26).

O delegado Marcio Colatto é o responsável pelas investigações que ocorrerão em segredo de justiça. O inquérito foi aberto no mesmo dia da morte de Camila, na última quinta-feira (28).

Camila deixa esposo e sete filhos – Foto: Arquivo Pessoal/NDCamila deixa esposo e sete filhos – Foto: Arquivo Pessoal/ND

Na terça-feira (26), Camila deu à luz aos recém-nascidos Vitória, Breno e Valentina e logo após precisou ficar internada  na UTI (Unidade de Terapia Intensiva) por seu quadro clínico evoluir para uma intercorrência importante, precisando passar por cirurgia.

Hospital Marieta informou, por meio de nota, que a paciente Camila gestante de trigêmeos, teve seu parto cesariana realizado sem intercorrências.

No puerpério imediato, Camila evoluiu com complicações hemorrágicas, havendo necessidade de uma nova intervenção cirúrgica, de emergência. Devido à gravidade do caso, a paciente foi transferida aos cuidados da UTI, apresentando piora clínica e infelizmente evoluindo a óbito.

Veja como ajudar a família dos Trigêmeos

Camila deixa seu esposo, José Cleberton Xavier Cardoso e mais sete filhos. Uma menina de 13 anos, outra de 11 anos, gêmeas de 3 anos e os trigêmeos recém-nascidos.

Trigêmeos não precisaram passar pela UTI neonatal – Foto: Hospital Marieta Konder Bornhausen/DivulgaçãoTrigêmeos não precisaram passar pela UTI neonatal – Foto: Hospital Marieta Konder Bornhausen/Divulgação

Uma onda de solidariedade têm amparado a família, doações podem ser levadas para a UBS (Unidade Básica de Saúde) do bairro da Murta, em Itajaí, na rua Orlandina Amália Pires Corrêa, 300.

Camila fez o pré-natal na UBS. O bebês precisam de leite em pó formula infantil para o primeiro semestre de qualquer marca, além de fraldas tamanho RN e P e leite convencional.

Além disso uma vaquinha foi criada para arrecadar dinheiro para a família, até a tarde deste domingo (31) o valor girava em torno de R$ 200 mil.

Outra forma de doar é através de dinheiro, por depósito ou transferência bancária:

  • Caixa Econômica Federal
  • Agência 1868
    Conta corrente 00100022496-1
    Nome: José Cleberton Xavier Cardoso
    CPF 031.514.225-19
  • Chave Pix: 47988204856

Acesse e receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia