Polícia Civil reconstitui homicídio no Bico do Papagaio em Itajaí

Investigações tentam entender se houve ou não legítima defesa

Na manhã desta quarta-feira (13) a Polícia Civil de Itajaí realizou a reconstrução de um crime que teria ocorrido no dia 21 de novembro, no bairro Cabeçudas em um morro próximo ao Bico do Papagaio.

O objetivo das investigações é apontar se o crime ocorreu ou não em legítima defesa. De acordo com informações da DIC (Divisão de Investigação Criminal) o suspeito de 29 anos e vítima de 33 anos eram vizinhos.

Segundo informações de testemunhas, a vítima chegou em casa alcoolizado e logo saiu em busca de mais bebida com o vizinho, esta foi a última vez que ele foi visto.

Os dois não tinham histórico de brigas, mas no dia do crime discutiram e um empurrou o outro, a vítima alcoolizada caiu no chão, momento em que o suspeito atirou uma pedra em sua direção.

Briga entre vizinhos resultou em um homicídio – Foto: Elias Gotaski/NDBriga entre vizinhos resultou em um homicídio – Foto: Elias Gotaski/ND

O suspeito não tem antecedentes criminais e se apresentou de forma espontânea na Delegacia. Desde o ocorrido ele não retornou mais para sua casa, mas segue morando em Itajaí.

No decorrer da investigação os relatos dão conta de uma possível legítima defesa, razão pela qual se espera, com a reprodução simulada dos fatos, concluir se houve ou não a prática do crime ou se o fato foi praticado como meio de defesa.

A reconstrução do crime teve a presença do IGP (Instituto Geral de Perícias). De acordo com o Delegado de Polícia responsável pelo caso, Rafael Lorencetti, com o recebimento do laudo pericial, o inquérito policial deve ser finalizado conduzido ao Poder Judiciário.

https://ndmais.com.br/grupoitajai

Acesse e receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia