Polícia identifica dois suspeitos de queimar pertences de mulher em Florianópolis

Casal foi identificado pelos policiais cerca de 48 horas após o ocorrido; suspeitos poderão responder pelo crime de incêndio

A Polícia Civil identificou dois suspeitos de atear fogo em pertences de uma mulher em situação de rua na tarde da última segunda-feira (24), no bairro Agronômica, em Florianópolis.

Mulher em situação de rua teve os pertences queimados – Foto: Ricardo Leandro de Medeiros/Reprodução/NDMulher em situação de rua teve os pertences queimados – Foto: Ricardo Leandro de Medeiros/Reprodução/ND

De acordo com a Polícia Civil, os agentes tomaram conhecimento do fato através de divulgações na internet. Em seguida, realizaram diligências, como colher depoimento e analisar imagens de câmeras de circuitos internos e de estabelecimentos.

Como resultado, um casal foi identificado em menos de 48 horas após o ocorrido. Segundo a Polícia, os dois suspeitos também estão em situação de rua.

“O autor responderá pelo crime de incêndio e por mais que a vítima não queira dar prosseguimento ao fato, a polícia vai fechar as investigações e encaminhar o inquérito para prestação do poder judiciário”, esclarece o delegado Attilio Guaspari Filho, da 5ª Delegacia de Polícia.

Ainda conforme o delegado Attilio Guaspari Filho, a motivação “provavelmente foi por disputa de território ou venda de drogas malsucedida”.

delegado de polícia Attilio Guaspari Filho, delegacia de Florianópolis – Vídeo: PCSC/Divulgação/ND

A diretora de Polícia da Grande Florianópolis, delegada Michele Alves Correa Rebelo, esclarece que o caso não tem relação com o caso do turista que teve o corpo incendiado na avenida Beira-Mar Norte, em Florianópolis, na madrugada do dia 15 de janeiro.

diretora de Polícia da Grande Florianópolis, delegada Michele Alves Correa Rebelo, drika, mulher em situação de rua tem pertences queimados – Vídeo: PCSC/Divulgação/ND

Relembre o caso

Drika, de 46 anos, havitava um recuo utilizado como ponto de táxi na Rui Barbosa, no bairro Agrnômica, quando teve seus pertences queimados na tarde da última segunda-feira (24).

O cenário chamou a atenção de moradores da região. Roupas, brinquedos, livros e outros objetos que compunham o “cantinho” de Drika, organizado com zelo, viraram cinzas.

Contudo, imagens de câmeras de monitoramento instaladas na região revelam o que aconteceu. Uma investigação foi aberta pela Polícia Civil, que já identificou a autoria do crime.

Incêndio intencional

Segundo o Centro de Comando e Controle de Imagens do 4° BPM (Batalhão de Polícia Militar), os registros recuperados da tarde de segunda-feira apontam que o incêndio foi criminoso.

As imagens descritas pela PM mostram uma mulher caminhando pela rua Rui Barbosa na direção Centro/Bairro por volta das 15h40. Ela ateia fogo nos pertences de Drika e, a poucos metros do local, encontra um homem. Ambos seguem juntos em direção ao Morro do 25.

Ainda de acordo com a PM, a proprietária dos pertences queimados estava próxima ao local, em um estabelecimento comercial de alimentos. Populares se uniram para apagar o fogo. Toda a ação durou cerca de 30 minutos.

O Corpo de Bombeiros Militar e a Guarda Municipal de Florianópolis afirmaram que não foram acionados.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...