Polícia identifica dupla suspeita de queimar mulher após encontro por aplicativo em SC

Veículo utilizado no crime foi apreendido na casa de um dos suspeitos; os homens continuam foragidos

A dupla suspeita de espancar e queimar uma jovem de 21 anos após um encontro por aplicativo na Grande Florianópolis foram identificados. Os homens têm 18 e 19 anos e moram nas cidades de Santo Amaro da Imperatriz e Palhoça, respectivamente. Eles não foram encontrados pela polícia e são considerados foragidos.

Polícia Civil identificou suspeitos de espancar e queimar mulher – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDPolícia Civil identificou suspeitos de espancar e queimar mulher – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Mandados de busca e apreensão foram cumpridos pela Polícia Civil nesta terça-feira (15). Os suspeitos, no entanto, não estavam nas residências. Na casa de um deles, no bairro Aririú, em Palhoça, foi apreendido o veículo utilizado no crime.

Segundo a polícia, o pai do suspeito foi preso em flagrante por tráfico de drogas. No local, foram apreendidas balanças de precisão, embalagens, caderno de anotações do tráfico e grande quantidade de cocaína para a venda.

De acordo com a delegada Débora Jardim, responsável pelo caso, o inquérito policial já foi concluído e será encaminhado ainda esta semana à Justiça.

Os suspeitos foram indiciados pelo crime de tentativa de feminicídio. A vítima ainda se encontra hospitalizada. Ela teve cerca de 30% do corpo queimado. Ainda não há informações sobre a motivação do crime.

Pai de um dos suspeitos foi preso por tráfico de drogas – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDPai de um dos suspeitos foi preso por tráfico de drogas – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Relembre o caso

O crime ocorreu no dia 22 de janeiro, em Santo Amaro da Imperatriz. A jovem de 21 anos conheceu os dois homens em um aplicativo de relacionamento.

Após passarem a noite juntos, na manhã seguinte, a vítima e a dupla embarcou em um carro, que pertence ao pai de um dos suspeitos. Os homens prometeram que a levariam para a praia do Rosa, em Imbituba.

A mulher, no entanto, acabou agredida até perder a consciência. Em seguida, a dupla ateou fogo na jovem em meio a um canavial no bairro Pagará. A vítima conseguiu buscar ajuda e foi encaminhado ao hospital em Santo Amaro da Imperatriz.

Na sequência, a jovem foi transferida a um hospital em Porto Alegre (RS), onde mora. Ela havia ido a Santa Catarina para visitar o pai.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...