Polícia investiga queda de trapiche que terminou em morte em Joinville

Polícia requisitou perícias e deve ouvir, ainda nesta semana, três pessoas envolvidas no acidente que terminou com a morte de Lupércio Luiz Costa

A morte de Lupércio Luiz Costa é alvo de investigação da Polícia Civil, em Joinville, no Norte de Santa Catarina. O idoso de 63 anos morreu no sábado (17), depois que o trapiche em que ele estava com a esposa desabou, na zona Sul da cidade. O acidente está sendo investigado pela Polícia Civil.

Trapiche desabou na tarde de sábado (17) no Morro do Amaral – Foto: Alfa Stofelli/NDTVTrapiche desabou na tarde de sábado (17) no Morro do Amaral – Foto: Alfa Stofelli/NDTV

Segundo o delegado Leandro Moisés, responsável pela investigação, o inquérito foi aberto na segunda-feira (19) e perícias já foram requisitadas pela Polícia Civil. Além disso, os depoimentos estão marcados e, nesta semana, devem ser ouvidos o dono do restaurante, o locatário e a esposa do idoso, que estava com ele no trapiche e precisou ser resgatada debaixo dos escombros da estrutura.

O aposentado Linézio Voltolini, responsável pelo trapiche, que fica no bairro Morro do Amaral, conta que esteve na estrutura durante toda a manhã e só saiu quando foi almoçar. “Eu fiquei até o horário do almoço ali conversando com eles, subi pra almoçar, fui dormir um pouco e tomei café, daí voltei lá para baixo. Quando levantei escutei o estouro”, diz.

Ele fala que construiu a estrutura há cerca de 30 anos. “Aqui ninguém tem licença. Quando fiz, fui na prefeitura pedir licença, mas tinha que ter o Crea e eles falaram para ir tocando”, conta. Segundo ele, há pouco tempo reforçou a estrutura e aumentou o trapiche, mas conta, também, que quando alguma lancha ou embarcação passa pelo local, a formação de onda “faz tremer tudo”.

Apesar do acidente, ele revela que não tem intenção de destruir o trapiche que foi construído, inicialmente, para a família. “Se eles deixarem, minha ideia é arrumar. Ainda dá pra utilizar, fazer de novo. Aqui todo mundo usava”, fala.

Lupércio Luiz Costa morreu no local e a esposa precisou ser regatada dos escombros – Foto: Alfa Stofelli/NDTVLupércio Luiz Costa morreu no local e a esposa precisou ser regatada dos escombros – Foto: Alfa Stofelli/NDTV

Particular, a estrutura foi interditada e deve passar por vistoria da Defesa Civil e da Sama (Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente de Joinville) nos próximos dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...