Polícia investiga suspeitos de maltratar e matar cachorro em Guaramirim

Polícia Civil instaurou inquérito nesta segunda-feira (15)

Dois dias depois que uma moradora encontrou um cachorro pendurado em uma árvore em Guaramirim, no Norte de Santa Catarina, a Polícia Civil instaurou inquérito para identificar os suspeitos de maltratar, atropelar, matar e pendurar o animal. O caso aconteceu no bairro Vila Amizade.

De acordo com a moradora, que denunciou o caso à uma ONG (Organização Não Governamental) de Proteção Animal, o cachorro foi atropelado na sexta-feira (12) e ela o encontrou pendurado no sábado (13).

O delegado Diones de Freitas explica que o caso pode se caracterizar como maus-tratos a animais e, por se tratar de um cachorro, a pena pode ser ainda maior, uma vez que animais domésticos são mais suscetíveis a esses crimes. “O inquérito policial foi instaurado para apurar a possível autoria desse crime, que tem pena entre dois e cinco anos de prisão”, fala.

Além de ouvir a moradora que encontrou o animal, a representante da ONG também deverá prestar depoimento para tentar identificar o tutor do cachorro e avançar na investigação, afirma o delegado.

“Não temos como determinar a causa da morte porque o IGP não faz perícia, a não ser que essa identificação possa ser feita a olho nu. Acreditamos que a morte é decorrente de ação criminosa pela maneira como ele foi encontrado”, finaliza.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia