Polícia prende mais um foragido da justiça de SC no Paraguai

A ação conjunta envolveu a troca de informações entre as forças de segurança do Paraguai, Santa Catarina e Rio Grande do Sul

Mais um foragido da Justiça de Santa Catarina foi preso no Paraguai. A ação conjunta envolveu a troca de informações entre as forças de segurança do Brasil – o CIOF (Centro Integrado de Operações de Fronteira) da Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública, a Polícia Civil de Santa Catarina e a Polícia Civil do Rio Grande do Sul – e a Polícia Nacional do Paraguai.

O homem tem 48 anos e tinha mandado de prisão expedido pela Justiça de São José por violência sexual.

União de forças das polícias do Paraguai, Santa Catarina e Rio Grande do Sul possibilitou prisão de foragido – Foto: Divulgação/ Polícia Civil

No início de janeiro, o CIOF foi contatado pela Diretoria de Inteligência da Polícia Civil de Santa Catarina a fim de que esforços fossem realizados na tentativa de localizar e prender o homem, que estava foragido da Justiça de Santa Catarina, Comarca de São José, e que havia informações que poderia estar no Paraguai.

Assim, o CIOF passou a realizar troca de informações com a Polícia Nacional do Paraguai, Polícia Civil de SC e do Rio Grande do Sul.

Quando então na manhã de segunda-feira (20), na localidade Ybyrarobana, no Paraguai, a 210 quilômetros de distância de Ciudad del Este, o homem acabou preso.

Ele foi capturado na própria residência e estava na companhia da filha de sete anos. Após a prisão do foragido, a menina foi abrigada em uma instituição.

Na manhã desta terça-feira (21), a Polícia Nacional e o Ministério Público do Paraguai se deslocaram até a Ponte Internacional da Amizade. Dessa forma, realizaram a entrega do preso.

Leia também

Foi feita ainda a formalização de procedimentos no Setor de Imigração da Polícia Federal. Tendo em vista que o Paraguai determinou a expulsão do brasileiro em razão da irregular situação migratória.

Logo após, o CIOF por meio da Força Nacional conduziu o preso da Ponte Internacional da Amizade até a 6ª Subdivisão da Polícia Civil de Foz do Iguaçu/PR, onde foi apresentado para adoção de providências legais.

A mãe da criança, que é residente no Rio Grande do Sul, foi contatada pelo CIOF. Já na manhã de segunda-feira, ela viajou à tríplice fronteira.

Na manhã desta terça-feira (21), a mãe e familiares se deslocaram até o Consulado do Brasil em Ciudad del Este. Lá estão recebendo o suporte necessário (jurídico e logístico) para o acolhimento da filha.

No dia 15 de janeiro, um outro foragido de Santa Catarina por homicídio também foi capturado no Paraguai em ação conjunta das forças de segurança. Ele estava em Ciudad del Este.

+

Polícia