Polícia prende suspeitos de aplicar golpe do bilhete premiado em Tubarão

Duas pessoas foram detidas por crimes de estelionato após enganarem idosa de 70 anos; outro suspeito segue foragido

A Polícia Civil de Tubarão prendeu duas pessoas durante a operação Easy Profit, na sexta-feira (10), acusadas de estelionato.

A operação foi criada após uma senhora de 70 anos abrir um boletim de ocorrência do dia 8 de junho. Ela alegou ter sido vítima do golpe do bilhete premiado.

Parte do valor lucrado pelos presos foi bloqueado em suas contas, e há previsão de que no futuro o valor possa ser devolvido à idosa que sofreu o golpe – Foto: Divulgação/Polícia CivilParte do valor lucrado pelos presos foi bloqueado em suas contas, e há previsão de que no futuro o valor possa ser devolvido à idosa que sofreu o golpe – Foto: Divulgação/Polícia Civil

Segundo informações da Polícia Civil, um homem abordou a vítima e iniciou uma conversa, logo depois uma mulher apareceu e aquele homem passou a dizer que possuía um bilhete premiado, mas não tinha interesse em sacar o valor.

Então a idosa transferiu R$ 40 mil para a conta de outra mulher e deu R$ 2 mil em dinheiro aos criminosos. Toda o golpe foi acompanhado por duas pessoas, que davam apoio aos que ludibriavam a vítima.

Foram identificados três dos quatro suspeitos do crime, sendo duas mulheres e um homem, que foram presos preventivamente

Parte do valor lucrado pelos presos foi bloqueado em suas contas, e há previsão de que no futuro o valor possa ser devolvido à idosa que sofreu o golpe.

As duas suspeitas foram interrogadas e indiciadas pela autoridade policial e, após o retorno a Santa Catarina, serão encaminhadas ao Presídio Feminino de Tubarão.

+

Polícia

Loading...