Polícia recebe denúncia sobre cadáver em quintal, mas acaba surpreendida no Norte de SC

Denúncia anônima feita a Polícia Militar em Mafra fez uma guarnição ir até uma casa verificar um suposto corpo no jardim

Era tarde de segunda-feira (18) quando o professor Silvio Borges recebeu uma visita inesperada no portão da casa em que mora em Mafra, no Planalto Norte de Santa Catarina: a Polícia Militar queria explicações sobre um suposto corpo visto no jardim do morador.

Mas o que poderia ser o começo de uma investigação logo se tornou motivo de gargalhada. É que ainda do portão, os policiais perceberam que o “corpo”, na verdade, era parte da decoração de Halloween feita por Silvio, que dá aulas particulares de inglês.

Decoração foi toda feita por Silvio, que dá aulas particulares de inglês – Foto: Silvio Robson/Arquivo pessoalDecoração foi toda feita por Silvio, que dá aulas particulares de inglês – Foto: Silvio Robson/Arquivo pessoal

“Na hora que vi que eram policiais comecei a rir porque já tinha imaginado. Eles explicaram rindo, inclusive, que havia uma denúncia anônima em relação ao cadáver no quintal de casa. Mas eles mesmo viram que era a decoração e começaram a rir”, conta o professor.

E não parou por aí: os policiais militares pediram até pra tirar foto com a decoração, feita especialmente para comemorar o Dia das Bruxas, tradição muito comum nos Estados Unidos e, por isso, celebrada também pelo professor de inglês e os alunos dele.

Silvio conta que mora em Mafra há três anos e ficou surpreso com a decoração feita nesta época na cidade, de forma diferente de São Paulo, onde morava antes. Desde então, ele se fantasia durante o Halloween para pegar doces pela cidade com a enteada.

Neste ano, o professor quis trazer a decoração para a própria casa para promover o clima da festa aos alunos. Por isso, investiu em um “cemitério” no jardim, com cruzes feitas de madeira, e o “corpo” acabou chamando a atenção da vizinhança.

Polícia foi chamada após denúncia de encontro de cadáver em Mafra – Foto: Silvio Robson/Arquivo pessoalPolícia foi chamada após denúncia de encontro de cadáver em Mafra – Foto: Silvio Robson/Arquivo pessoal

“Tive a ideia, falei com a minha noiva e ela deixou fazer”, ri. A decoração está na frente de casa desde 1º de outubro e vai permanecer por lá até o dia 31, quando se comemora o Halloween oficialmente.

“Quando montei nem achei que estava ótimo, mas brinquei que queria fazer um cemitério real a ponto de fazer chamarem a polícia”, lembra. E a intenção, por fim, acabou dando certo.

No fim das contas, sobrou até para o gato preto de Silvio, outro personagem comum no Dia das Bruxas. “Coloquei fotos e perguntaram se era empalhado”, ri.

No fim das contas, sobrou até para o gato – Foto: Silvio Robson/Arquivo pessoalNo fim das contas, sobrou até para o gato – Foto: Silvio Robson/Arquivo pessoal

Apesar do mal entendido da denúncia, o retorno tem sido muito positivo e é possível que Silvio conquiste até novos alunos, já que algumas pessoas têm entrado em contato. Neste ano, ele ainda pretende distribuir doces para quem for visitar a casa para ver o “corpo” que deu o que falar.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...