Prefeitura de Florianópolis relata furtos em abrigo na Passarela da Cidadania

Fios, objetos para ligação e bombas hidráulicas foram furtados em anexo onde funciona abrigo para pessoas em situação de rua

A Prefeitura de Florianópolis informou na manhã desta quinta-feira (11), por meio da Secretaria de Assistência Social, que fios, objetos para ligação e bombas hidráulicas foram furtados no anexo da Passarela da Cidadania, onde funciona um abrigo para pessoas em situação de rua na Capital.

Os furtos culminaram no desabastecimento de água e na falta de energia elétrica no espaço. Em um acordo com todos os envolvidos que atuam no local, optou-se por manter o funcionamento do abrigo com a utilização dos banheiros externos até que o problema seja solucionado.

Fiação elétrica foi furtada em abrigo na Passarela da Cidadania – Foto: Divulgação/PMFFiação elétrica foi furtada em abrigo na Passarela da Cidadania – Foto: Divulgação/PMF

De acordo com o comandante do 4º Batalhão da Polícia Militar, Dhiogo Cidral, esse não é o primeiro caso de furto no abrigo. Segundo ele, a prática desse tipo de crime é característico de usuários de drogas.

O tenente-coronel Cidral relata que foi realizada uma reunião com os usuários do espaço, junto com a GMF (Guarda Municipal de Florianópolis), para passar orientações sobre a situação.

Leia também:

A prefeitura informou que não utilizava segurança armada no espaço a pedido das próprias pessoas em situação de rua, para convencê-los a ficar no espaço.

No entanto, o serviço passará a ser utilizado nas próximas semanas, visto que os casos de furtos e brigas estão se tornando ‘rotina’.

Furtos em abrigo ocorrem com frequência – Foto: Divulgação/PMFFurtos em abrigo ocorrem com frequência – Foto: Divulgação/PMF

O tenente-coronel afirma que a principal suspeita é de que os furtos estejam sendo praticados por usuários do abrigo.

“A suspeita recai diretamente sobre os usuários do espaço, uma vez que eles estão ali 24 horas por dia e já teve uma série de casos de furtos de materiais dentro do próprio espaço onde se encontram”.

Ainda conforme Dhiogo Cidral, alguns usuários acusaram um responsável pelos furtos, e foi realizado o Boletim de Ocorrência com os fatos.

“É muito frágil eu afirmar que foi aquela pessoa que eles apresentaram, mas o Boletim vai ser encaminhado para a Polícia Civil para a verificação”, conclui.

03 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.
  • jean
    jean
    Abrigar bandidos e viciados dá nisto! A esta altura, bombas e fiações já viraram PÓ da biqueira!!
  • Cocoroca
    Cocoroca
    Dar arrego pras essas imundícies dá nisso. A meteria relata q a pedido dos usuários do local, não tem segurança armada.... Piada né prefeito, tás de sacanagem, os caras comem bebem, passam o dia se drogando, furtando tudo q tem oportunidade e não se tem num local imundo desse segurança armada pq eles pediram?? Agora o povo paga o prejuízo... Parabéns a prefeitura por esse arrego todo, não é novidade nenhuma isso acontecer
    • Claudio Roberto Fontoura dos Santos
      Claudio Roberto Fontoura dos Santos
      Pelo menos, até o momento foi economizado o custo da segurança, que deve ser bem mais caro que os roubos.

+ Polícia