Preso pescador que encontrou joia rara de R$ 1,8 milhão na Tailândia

Polícia encontrou na casa do pescador dois lotes de equipamentos para a produção de drogas, além de metanfetamina

O pescador Hatchai Niyomdecha, de 37 anos, que na última semana viralizou na internet após encontrar uma das pérolas mais caras e raras do mundo, em uma praia na Tailândia, foi preso na última segunda-feira (8).

O chefe de polícia disse que o homem já estava no radar da polícia – Foto: Reprodução/Metrópoles/NDO chefe de polícia disse que o homem já estava no radar da polícia – Foto: Reprodução/Metrópoles/ND

A família que cogitava vender a pérola pelo preço mais alto possível estava contente com a possibilidade de mudar de vida. No entanto, jornais tailandeses afirmaram que a polícia de Nakhon Sri Thammarat encontrou na casa do pescador dois lotes de equipamentos para a produção de drogas, além de uma quantidade não especificada de metanfetamina. Hatchai foi algemado e levado preso.

O chefe de polícia disse que o homem já estava no radar da polícia depois que 16 mil comprimidos de metanfetamina foram encontrados perto da propriedade. Eles conseguiram chegar ao homem após a repercussão das postagens sobre a pérola na mídia tailandesa.

Hatchai nega as acusações, embora a polícia alegue ter evidências claras sobre o caso e o acusou de conspiração e porte de drogas. Ainda não se sabe como ficou a negociação sobre a venda da pérola e nem com quem ela ficou após a prisão do pescador.

+

Polícia

Loading...