Preso que arrancou o coração de colega de cela é encontrado morto em Blumenau

Homem estava sozinho na cela da Penitenciária Industrial de Blumenau

Em setembro do ano passado, o ND+ contou o acontecimento de um crime brutal: um homem arrancou o coração de colega na prisão.  Porém, nesta segunda-feira (23), o autor deste crime foi encontrado morto em cela da Penitenciária Industrial de Blumenau.

Perícia estuda causas da morte de Luiz Carlos Keller – Foto: Reprodução/NDPerícia estuda causas da morte de Luiz Carlos Keller – Foto: Reprodução/ND

Segundo informações do Deap (Departamento de Administração Prisional), Luiz Carlos Keller, de 25 anos, estava sozinho na cela por determinação judicial. Vale lembrar que, essa decisão ocorreu após o crime cometido por Luiz em 2020, o qual estava aprisionado com mais nove internos.

Luiz ingressou na unidade de Blumenau em 2017 e respondia pelos artigos 121, 157, 155, entre outros. As medidas legais foram tomadas e a perícia analisa agora a causa da morte.

Relembre o caso do crime

Na primeira quinzena de setembro de 2020, Alexander Alves, de 27 anos, foi assassinado em cela, após ter tido coração arrancado. Conforme declaração da Polícia Civil na época, Luiz afirmou ter encontrado um bilhete com Alexander com ordens de uma facção criminosa.

No papel constava que o preso deveria matar Luiz ou o irmão que se encontrava na mesma cela. Houve uma briga e em seguida, o crime. No dia seguinte (16), em depoimento à Polícia Civil, Luiz confessou ter matado Alexander.

Alexander teve coração arrancado em cela   – Foto: Reprodução/NDAlexander teve coração arrancado em cela   – Foto: Reprodução/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...