Quadrilha é presa após aplicar golpe do cartão clonado em Chapecó

Golpistas de São Paulo aplicavam os golpes em pessoas idosas; eles foram presos na tarde de quinta-feira (11)

Golpistas que atuavam em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, foram presos na última quinta-feira (11). Eles são os principais suspeitos de terem aplicado o golpe do motoboy e o golpe do cartão clonado nas últimas semanas. Segundo a polícia, trata-se de um homem e três mulheres moradoras de São Paulo.

Golpistas sairiam da cidade nesta sexta-feira (12), mas foram presos pela Polícia Civil – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDGolpistas sairiam da cidade nesta sexta-feira (12), mas foram presos pela Polícia Civil – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Golpe

Os golpes começavam quando as vítimas, todas idosas, recebiam ligações telefônicas de uma pessoa se dizendo funcionária de um banco. Na ligação, a informação repassada às vítimas era de que os cartões estariam clonados, sendo necessário o imediato cancelamento.

Uma mulher conversava com as vítimas já na casa e coletava os cartões. Em seguida eram usados para saques em caixas eletrônicos e nas máquinas de cartão.

Boletins de ocorrência

Em razão dos inúmeros registros de ocorrência pelo site da Polícia Civil, a equipe de investigação iniciou na terça-feira (9) uma coleta de informações e monitoramento. Isso resultou na prisão dos quatro criminosos. Eles foram presos no Centro de Chapecó e iriam embora na sexta-feira (12)

Orientação

A Polícia Civil orienta a população sobre esses golpes. “Os bancos nunca irão mandar funcionários buscar cartões nas casas dos clientes e as pessoas jamais devem entregar senhas ou cartões a pessoas estranhas”, frisa a polícia.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia