Quem era o homem encontrado morto amarrado a pedra em costão de Itajaí

Vítima foi encontrada pelos bombeiros com um corte na cabeça e amarrado a uma pedra pelas genitais

O corpo encontrado nesta terça-feira (5) no Canto do Morcego, próximo à Praia Brava, em Itajaí, era de José Edilson da Silva, de 29 anos. Morador de Balneário Camboriú, ele estava desaparecido desde o último dia 30. A Polícia Militar considera a suspeita de assassinato.

Quem era o homem encontrado morto amarrado a pedra em costão de Itajaí – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação/NDQuem era o homem encontrado morto amarrado a pedra em costão de Itajaí – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação/ND

Quando os bombeiros retiraram o corpo da água, identificaram que ele estava amarrado a uma pedra pelas genitais. Ele ainda tinha um corte na cabeça, “indicando morte violenta e prática do crime de homicídio”, traz o relato da PM.

José Edilson era natural de Brejão, em Pernambuco. O pai dele havia registrado o desaparecimento no dia 1º, e contou que José havia saído de casa no dia anterior e não retornou mais. Ele costumava praticar atividades físicas ao ar livre, na Barra Norte. Segundo o pai, José Edilson ainda não tinha amigos na cidade, já que haviam chegado a pouco tempo do Pernambuco.

Corpo encontrado

A polícia e os bombeiros foram acionados por volta do meio-dia de terça-feira (5). O corpo de José Edilson estava boiando no mar, em uma área de costão, próximo do Canto do Morcego, na Praia Brava, e da Praia da Solidão.

Uma mulher de 49 anos relatou que o companheiro estava pescando marisco quando avistou o cadáver. Ele guiou o resgate até o local, de difícil acesso.

Corpo de homem é encontrado em praia isolada de Itajaí – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação/NDCorpo de homem é encontrado em praia isolada de Itajaí – Foto: Corpo de Bombeiros/Divulgação/ND

Foi necessário apoio de moto aquática para resgatar o corpo. Ele estava amarrado pelas genitais a uma pedra e tinha um corte na cabeça. ele estava completamente nu, e só foi identificado depois, pelo IGP (Instituto Geral de Perícias).

Segundo corpo em uma semana

Este já é o segundo corpo encontrado em Itajaí em uma semana. No último dia 28, a correnteza do Rio Itajaí-Mirim revelou um corpo boiando, na altura do bairro São Vicente. A polícia não divulgou a identificação do corpo, nem as causas da morte.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...