‘Queria sentir como era matar’, revela adolescente que assassinou o avô em Canelinha

Idoso de 73 anos foi morto em casa pelo neto de 14 anos; os pais do adolescente informaram à polícia que também foram ameaçados de morte

A motivação do crime cometido por um adolescente de 14 anos, que matou o próprio avô em Canelinha, na Grande Florianópolis, nesta semana, já é conhecida pela polícia.

De acordo com o delegado, Aderlan Camargo, o neto confessou em seu depoimento, com muita frieza, que “queria sentir como era matar e ver alguém morrer”.

Adolescente que matou o avô revelou à Polícia Civil o motivo do crime – Foto: Divulgação/Polícia Civil/NDAdolescente que matou o avô revelou à Polícia Civil o motivo do crime – Foto: Divulgação/Polícia Civil/ND

O delegado disse, ainda, que os pais do adolescente relataram que sofriam ameaças de morte. Uma faca foi encontrada no colchão do autor do crime.

Com os testemunhos, e o crime confessado pelo autor, a investigação já foi finalizada pela Polícia Civil.

Após pedido de internação, o adolescente está detido no CASEP (Centro de Atendimento Socioeducativo Provisório).

Como foi o crime

Um idoso de 73 anos foi encontrado morto, dentro de casa, em Canelinha, na noite de quarta-feira (28). O filho da vítima encontrou o corpo e acionou a Polícia Militar.

Na casa, havia uma quantia de R$ 12 mil. No entanto, todo o dinheiro estava intacto, o que intrigou os policiais sobre o que teria motivado o crime. O idoso morava sozinho e foi morto a facadas.

Já na quinta-feira (29), o neto da vítima ligou para o 190 e confessou ter cometido o crime.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...