Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Repúdio contra agressões sofridas pela equipe de reportagem da NDTV de Joinville

ACI e Grupo ND emitem nota oficial contra os agressores

Várias entidades ligadas à comunicação e lideranças políticas condenaram ou repudiaram as agressões sofridas pela equipe de reportagem da NDTV de Joinville, ocorrida na noite de sábado (15), quando cumpria o dever profissional, na cobertura de uma briga de grupos numa choperia.

Parte da frente do carro foi totalmente destruída pelos agressores – Foto: Ricardo Alves/NDTVParte da frente do carro foi totalmente destruída pelos agressores – Foto: Ricardo Alves/NDTV

Entre as organizações que repudiaram a violência está a Associação Catarinense de Imprensa, que emitiu nota oficial dizendo que trata-se de mais uma tentativa de cercear o trabalho da imprensa.

Manifesta esperança de que a policia haverá de agir com rigor para punir de forma exemplar os responsáveis.

O Grupo ND emitiu Nota Oficial de repúdio as agressões e pedindo a identificação dos responsáveis.

A manifestação tem o seguinte teor:

“O Grupo ND repudia e lamenta as agressões sofridas pela equipe de reportagem da NDTV Joinville, ocorrida na noite de sábado, 15 de maio, quando tentava registrar uma briga de frequentadores de uma choperia no centro da cidade e pede às autoridades policiais a apuração rigorosa dos atos criminosos.

O repórter Ronaldo Darós e o cinegrafista Ricardo Alves foram cercados por um grupo de pessoas, em frente ao estabelecimento. Um dos profissionais foi atingido com socos e sofreu ameaças de morte e o veículo teve o para-brisa destruído pelos agressores.

As agressões foram testemunhadas por diversas pessoas e ocorreram em local público, o que ajudará a identificar os responsáveis pela tentativa de intimidar os profissionais da imprensa em pleno exercício profissional.
O Grupo ND se solidariza com seus colaboradores vítimas destes atos covardes, colocando todos os recursos disponíveis para o atendimento dos profissionais e familiares de forma a reparar os danos materiais e psicológicos sofridos.

Pedimos providências às autoridades policiais na identificação dos autores das agressões para que possam responder por seus crimes. A imprensa tem o relevante papel de informar a sociedade. Não podemos permitir que o trabalho dos profissionais do jornalismo seja tolhido ou calado mediante a violência.”

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.