Restaurante é interditado por suspeita de crime de poluição em Florianópolis

De acordo com a Polícia Civil, que deflagrou a operação “Dejetos” nesta quarta (10), o esgoto estaria correndo a céu aberto e comunicando-se com a rede pluvial

Um restaurante no Ribeirão da Ilha, região Sul da Ilha de Santa Catarina, foi interditado por suspeita de crime de poluição, já que o esgoto sanitário estaria extravasando do sumidouro. As ações de fiscalização fazem parte da Operação “Dejetos”, deflagrada pela Polícia Civil nesta quarta-feira (10).

Polícia Civil investiga crime de poluiçãoPolícia Civil investiga crime de poluição em restaurante – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Segundo a Deic (Diretoria Estadual de Investigações Criminais), que investiga o caso através da  DRCA (Delegacia de Repressão a Crimes Ambientais), foram identificadas denúncias e reclamações protocoladas junto ao município desde 2009. O estabelecimento fica localizado na rodovia Baldicero Filomeno, principal via do bairro.

Na quarta-feira, os policiais acompanharam fiscais da Secretaria Municipal de Saúde e da Diretoria de Vigilância em Saúde para uma fiscalização administrativa, requisitada pela Polícia Civil, que confirmou a presença de esgoto correndo a céu aberto, comunicando-se, inclusive, com a rede pluvial.

De acordo com a delegada Beatriz Ribas, responsável pelas investigações, havia “cheiro bem característico de esgoto sanitário”.

De acordo com o restaurante, problema teria sido resolvido na manhã desta quinta-feira (11), quando um caminhão-fossa chegou ao localDe acordo com o restaurante, problema teria sido resolvido na manhã desta quinta-feira (11), quando um caminhão-fossa chegou ao local – Foto: Divulgação/ND

A fiscalização resultou na interdição do local até que o estabelecimento obtenha, junto à Secretaria Municipal de Saúde, a aprovação do projeto hidrossanitário e a obtenção do regular habite-se sanitário.

“O inquérito policial será concluído na próxima semana. Faltam incluir documentos confeccionados ontem na fiscalização e estará finalizado”, explicou Ribas.

Contraponto

De acordo com o restaurante, o local sempre esteve em conformidade sanitária e foi afetado em razão das chuvas do início do ano.

Ainda segundo a direção do estabelecimento, o problema foi resolvido na manhã desta quinta-feira (11), quando um caminhão-fossa chegou ao local para realizar uma “limpeza no tratamento de esgoto e analisar uma possível infiltração no solo da água da chuva no sumidouro”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia