Seis homens são presos em SC após investigações sobre “tribunal do crime”

Caso envolve as mortes de duas vítimas, de 17 e 18 anos, e ainda investiga outros seis foragidos. Mandados foram cumpridos em Palhoça, São José e Imbituba

Um homicídio dupla em Palhoça, com vítimas de 17 e 18 anos, desencadeou a Operação Enigma, da Polícia Civil, realizada nesta quinta-feira (19). Foram cumpridos 12 mandados de prisão temporária e oito mandados de buscas e apreensão nas cidades de Palhoça, São José e Imbituba.

Além das prisões temporárias, duas armas foram apreendidas – Foto: Divulgação/Polícia Civil/ND

Nesta quinta (19), seis mandados de prisão foram cumpridos e duas armas foram apreendidas.

Outras seis pessoas estão foragidas. A ação é da Divisão de Investigação Criminal (DIC) de Palhoça.

Tudo começou com o desaparecimento de um homem em São José, que teria sido o “réu” em um “tribunal do crime” no bairro Caminho Novo, em Palhoça, onde o desaparecido morava.

Quando os criminosos se encontraram com as vítimas em Palhoça, considerados suspeitos de participar do homicídio em São José, teriam sido levadas para serem “julgadas” pelos criminosos, e acabaram sendo executadas.

A vítima foi capturada no bairro Ceniro Martins e morta no bairro Areias, em São José. Ele era suspeito de participar de um furto em Imbituba.

Já o suspeito de ter cometido um homicídio em São José estava em Palhoça para ser executado, mas não foi morto pois indicou aos criminosos onde estava o corpo do palhocense desaparecido, e participou do homicídio dos dois jovens no bairro Aririú.

As investigações apontam que esses crimes foram planejados e executados por suspeitos que estariam ligados ao crime organizado, tanto dentro quanto fora dos presídios catarinenses. 

+

Polícia