Seis são presos em operação para combater tráfico de drogas no Centro de Joinville

Polícia Militar e Polícia Civil trabalham na investigação e monitoramento desde o mês de maio

Uma operação desencadeada em trabalho conjunto da Polícia Militar e Polícia Civil terminou com seis pessoas presas na região Central de Joinville, no Norte de Santa Catarina. Com o objetivo de combater o tráfico de drogas, a operação teve início ainda no mês de maio, com o início da investigação e monitoramento dos pontos e dos suspeitos.

Operação da Polícia Civil e da Polícia Militar iniciou ainda no mês de maio, com o monitoramento de pontos e suspeitos – Foto: Gladionor Ramos/NDTVOperação da Polícia Civil e da Polícia Militar iniciou ainda no mês de maio, com o monitoramento de pontos e suspeitos – Foto: Gladionor Ramos/NDTV

De acordo com o delegado Rafaello Ross, foram cumpridos mandados de prisão preventiva, temporária e de busca e apreensão ainda na sexta-feira (20). Nesta segunda-feira (23), além de fiscalização em estabelecimentos comerciais do Centro, a polícia realizou uma prisão em flagrante por tráfico e a detenção de um usuário.

“Durante o monitoramento, percebemos diversos traficantes na região e, além disso, eles cooptavam adolescentes para vender drogas na região. Todos integravam um esquema criminoso articulado no Centro em conjunto, inclusive, com presos recolhidos no sistema prisional que tinha uma certa articulação com os adolescentes nas ruas”, salientou o delegado.

O comandante do 8º BPM (Batalhão de Polícia Militar) ressaltou, ainda, que além de desarticular o tráfico no local, a operação deve continuar com a presença ostensiva na região. “A operação teve o objetivo de desarticular o tráfico no local, prendendo os principais responsáveis, mas também de atuar com a presença da PM evitando que nova reunião de criminosos se instalem na área central”, disse.

Novas ações podem ser realizadas no local. A operação contou com 66 policiais militares e 15 policiais civis.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia