Show no mar causa aglomeração e vira caso de polícia em SC

Polícia Militar Ambiental, Capitania dos Portos e 24° Batalhão acabaram com festa em praia que reunia ao menos 14 embarcações

Uma festa clandestina no mar foi encerrada pela PMA (Polícia Militar Ambiental) em Governador Celso Ramos, na Grande Florianópolis. Durante a operação de fiscalização, realizada neste sábado (17), foi possível avistar um grupo de pessoas espalhado em 14 embarcações. Uma pessoa, organizadora do evento, foi autuada.

Fiscalização ocorreu no sábado (17) a tarde após denúncia de perturbação na praia de Magalhães – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação NDFiscalização ocorreu no sábado (17) a tarde após denúncia de perturbação na praia de Magalhães – Foto: Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND

Os policiais ambientais, juntamente com a Capitania dos Portos e o 24° Batalhão em Biguaçu, receberam a denúncia de perturbação de sossego alheio. Eles estiveram na praia dos Magalhães e constataram o descumprimento do decreto estadual referente à Covid-19.

Nas 14 embarcações, uma ao lado da outra, havia uma grande quantidade de pessoas. Os barcos estavam em volta de um deque flutuante onde acontecia um show ao vivo. Os policiais realizaram buscas no interior de algumas lanchas na tentativa de encontrar drogas.

A Capitania dos Portos também abordou 23 embarcações e foi verificado itens de segurança e documentação. Os proprietários e marinheiros foram advertidos, além de três lanchas autuadas e uma apreendida em razão das irregularidades.

Ao final da fiscalização, o organizador do evento foi autuado por perturbação e por infringir as regras de combate a proliferação da Covid-19.

Os policiais realizaram buscas no interior de algumas lanches na tentativa de encontrar drogas - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
1 5
Os policiais realizaram buscas no interior de algumas lanches na tentativa de encontrar drogas - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
Nas 14 embarcações, uma ao lado da outra, havia uma grande quantidade de pessoas - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
2 5
Nas 14 embarcações, uma ao lado da outra, havia uma grande quantidade de pessoas - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
Ao final da fiscalização, o organizador do evento foi autuado por perturbação e por infringir as regras de combate a proliferação da Covid-19 - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
3 5
Ao final da fiscalização, o organizador do evento foi autuado por perturbação e por infringir as regras de combate a proliferação da Covid-19 - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
Capitania dos Portos também abordou 23 embarcações e foi verificado itens de segurança e documentação - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
4 5
Capitania dos Portos também abordou 23 embarcações e foi verificado itens de segurança e documentação - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
Fiscalização ocorreu no sábado (17) a tarde após denúncia de perturbação na praia de Magalhães - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND
5 5
Fiscalização ocorreu no sábado (17) a tarde após denúncia de perturbação na praia de Magalhães - Polícia Militar Ambiental/Divulgação ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...