Suspeito de assassinar PM em 2017 é morto por policiais em Camboriú

Homem era monitorado nas redes sociais por ostentar armas e posição em facção criminosa

Agentes do 12° Batalhão de Polícia Militar (BPM) de Camboriú identificaram e entraram em confronto com um homem, de 20 anos, suspeito de matar um policial militar em 2017.

De acordo com o relatório da PM, o jovem tinha extensa ficha criminal, era considerado perigoso e já vinha sendo monitorado pela polícia, pois ostentava armas e um cargo de disciplina em facção criminosa nas redes sociais.

Homem era monitorado nas redes sociais pela PM – Foto: Polícia Militar/Divulgação/NDHomem era monitorado nas redes sociais pela PM – Foto: Polícia Militar/Divulgação/ND

Na madrugada de domingo (21), policiais identificaram que o homem estava em um imóvel na rua Monte Olivares, em Camboriú. Ainda de acordo com a PM, assim que entraram no local, o suspeito foi avistado portando uma arma de fogo, que usou para atirar contra os agentes, os tiros atingiram uma parede ao lado dos policias.

Os militares revidaram e o homem caiu no chão, largando a arma. O SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) foi chamado para atender o suspeito, mas ele não resistiu aos ferimentos.

No local, foram apreendidas duas armas de fogo, uma pistola calibre 9mm, que estava carregada com 14 munições, um revólver calibre 38 e mais 5 munições de 9mm, que estavam no bolso do suspeito. Também foi apreendida uma porção de maconha e uma bucha de cocaína.

Ainda de acordo com a PM, a facção em que o suspeito atuava era a estadual no bairro Conde Vila Verde.

Acesse e receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Polícia