Suspeito de ataque a tiros em parada do 4 de julho é detido nos EUA

Um homem de 22 anos foi detido nesta segunda-feira (4) por suspeita de autoria do ataque a tiros durante uma parada pelo Dia da Independência dos Estados Unidos

Um homem de 22 anos foi detido nesta segunda-feira (4) por suspeita de autoria do ataque a tiros durante uma parada pelo Dia da Independência dos Estados Unidos em uma cidade próxima a Chicago, que deixou pelo menos 6 mortos e 24 feridos, noticiaram veículos americanos.

O suspeito identificado como Robert E Crimo III “foi detido sem incidentes” após ter sido visto dirigindo em uma autoestrada nos arredores de Chicago, informou a polícia ao jornal Chicago Sun-Times.

Ao menos seis pessoas morreram após o tiroteio no Dia da Independência dos EUA – Foto: Jim Vondruska/AFP/NDAo menos seis pessoas morreram após o tiroteio no Dia da Independência dos EUA – Foto: Jim Vondruska/AFP/ND

Crime

O desfile acontecia pela manhã em um bairro nobre de Chicago, próximo às margens do lago Michigan. Centenas de pessoas estavam no lugar para a celebração e as cadeiras que eram usadas para assistir ao desfile foram deixadas para trás pelas pessoas em fuga.

Depois do tiroteio, o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, disse que está em luta contra a “epidemia” de violência armada nos Estados Unidos. O gestor afirma que ele e a primeira-dama, Jill Biden, estão “chocados com a violência armada sem sentido que mais uma vez trouxe dor a uma comunidade americana neste Dia da Independência”.

+

Polícia

Loading...