Suspeito de estuprar paciente com transtornos mentais em clínica de São José é preso

Homem trabalhava como técnico de enfermagem em um residencial que cuida de pessoas com transtornos mentais; ele foi flagrado por funcionária do residencial

Um técnico em enfermagem de 56 anos, suspeito de cometer crime de estupro de vulnerável contra uma paciente com transtornos mentais em uma clínica de São José, foi preso na tarde desta terça-feira (15) pela Polícia Civil.

Polícia CivilPolícia Civil prende suspeito de estupro de vulnerável em São José – Foto: Paulo Metling/NDTV

A vítima é moradora de um residencial de cuidados especiais a pessoas com transtornos mentais e tem diagnóstico de esquizofrenia grave, além de outros problemas psicológicos que afetam o seu discernimento.

Segundo as investigações, o suspeito aproveitava-se da condição cognitiva da vítima e foi flagrado por outra funcionária do local enquanto cometia o abuso sexual contra a paciente.

A ação foi registrada na Delegacia de Proteção à Criança, ao Adolescente, à Mulher e ao Idoso (DPCAMI) de São José pela funcionária que presenciou o ato e pela responsável da residência.

Na DPCAMI foi instaurado o inquérito policial e adotadas as providências cabíveis. O suspeito foi autuado em sua própria casa e não resistiu à prisão.

Concluídos os procedimentos e o interrogatório na DPCAMI de São José, o preso foi encaminhado ao Presídio da Capital, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

De acordo com o Art. 217, da Lei n°12.015 de 2019, praticar atos sexuais com pessoas que sofrem de enfermidades mentais e não possuem discernimento sobre o ato é passível de pena de reclusão entre  de oito e 15 anos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...