‘Tarado da biz’ é preso após série de casos de importunação

Vítimas contam que o suspeito perseguia as mulheres e mostrava suas genitais, sempre utilizando uma biz preta. Casos foram registrados em Tijucas e Canelinha

Um homem, de 27 anos, foi preso no último sábado (16), em Brusque, no Vale do Itajaí. Ele é suspeito de ser o autor de pelo menos oito casos de importunação sexual na região, em Canelinha e Tijucas, na Grande Florianópolis.

Ele recebeu a alcunha na região de ‘tarado da biz’, pois utilizava uma motocicleta Honda Biz Preta para chegar até elas, segundo relatos das vítimas. Após alcançá-las, ele mostrava suas genitais e se masturbava, detalha a Polícia Civil.

Autor alcançava as vítimas com uma biz, quando cometia importunação sexual. Casos ocorreram em Canelinha e TijucasCerca de oito casos de importunação sexual, que teriam sido cometidos pelo autor, foram registrados desde agosto de 2020 – Foto: Polícia Militar/Divulgação/Arquivo

As investigações da Polícia Civil localizaram a casa onde o suspeito morava. No local encontraram a moto, o capacete e a capa utilizados nos crimes.

Ele é casado e tem filhos. De acordo com a Polícia Militar, ele foi conduzido ao Presídio Regional de Tijucas e ficará a disposição da Justiça.

Os oito casos de importunação sexual apurados pela Polícia Civil ocorreram desde agosto de 2020, segundo o delegado Aderlan Angelo Camargo, da delegacia de Tijucas. Todos eles tinham as mesmas características.

Suspeito perseguia as vítimas

Os dois casos mais recentes foram registrados no últimos dia 11, nos bairros Areião (Canelinha) e Nova Descoberta (Tijucas). No primeiro, a vítima era menor de 17 anos e se dirigia ao trabalho.

Aos policiais, ela afirmou que nas proximidades de uma fábrica percebeu a Biz preta estacionada às margens da SC-410, quando ficou com medo.

Em certo momento, o suspeito saiu do meio do mato, nos arredores da via. Ele mexia nas partes íntimas, que estavam à mostra, enquanto encarava a vítima, informa a Polícia Militar de Tijucas. Ela saiu correndo. Quando veículos estacionaram e começaram buzinar, o autor fugiu.

Um pouco mais tarde, outra mulher voltava do trabalho, em Tijucas e quando ela se aproximou de uma área de vegetação, um homem de Biz preta estacionou a moto, entrou no matagal, e, com as calças abaixadas, chamou a moça.

Assustada, ela começou a acelerar a bicicleta, enquanto o suspeito continuava a perseguindo. Quando ela entrou em casa, o suspeito deu à volta e retornou pela mesma rua que perseguiu a vítima.

Segundo suspeito preso

Há outros casos de importunação sexual registrados em Tijucas com as mesmas características, mas de autoria diferente, informa o delegado Camargo. Neles, o autor também utilizava uma moto preta e cometia importunação sexual com as vítimas.

O autor destes crimes, um homem de 30 anos, foi preso no dia 8 de janeiro, suspeito de ser o autor de pelo menos três casos. Como ele não tinha antecedentes criminais, foi liberado no dia seguinte.

A Polícia Civil chegou a suspeitar de que este segundo autor fosse responsável também por esta segunda onda de casos. Entretanto as descrições das vítimas divergiam, o que levou a investigação ao segundo autor.

Importunação sexual

A lei promulgada em setembro de 2018 tipifica o crime que é caracterizado pela “realização de ato libidinoso na presença de alguém e sem a sua anuência”.

Geralmente realizado em espaços públicos, é caracterizado ainda pela ausência de violência ou grave ameaça. As penas previstas pela lei nº 13.718 variam de um a cinco anos, que podem ser acrescidas.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia