Terceiro suspeito de matar e amputar homem em SC é preso

Homem de 32 anos estava escondido na cidade de Nova Erechim/SC; mandado de busca e apreensão foi cumprido nesta sexta-feira (28)

A Polícia Civil prendeu, na manhã desta sexta-feira (28), o terceiro suspeito de matar e esquartejar um homem de 30 anos no dia 18 de abril, em Modelo, no Oeste catarinense.

Polícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na cidade de Nova Erechim – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDPolícia Civil cumpriu mandado de busca e apreensão na cidade de Nova Erechim – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

De acordo com o delegado Elder Arruda Chaves, da DRF (Delegacia de Roubos e Furtos) de Chapecó, o suspeito tem 32 anos e estava escondido em uma casa na cidade de Nova Erechim. Ele foi encaminhado ao presídio de Maravilha, no Oeste.

Outros dois suspeitos, de 21 e 34 anos, já estão presos e à disposição da Justiça. Segundo o delegado, o mais novo foi localizado dois dias após o crime, e o segundo foi encontrado no interior de Xaxim. 

“Os suspeitos do crime brutal foram indiciados pelo crime de homicídio qualificado duas vezes, em razão do motivo fútil e mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, cujas penas podem ultrapassar 30 anos de reclusão”,  detalhou Chaves.

A polícia ainda conseguiu identificar o motorista que ajudou os suspeitos a fugirem após o crime. Ele foi interrogado, mas apresentou outra versão à polícia. Contudo, também foi indiciado pelos mesmos crimes, por ter ajudado na fuga.

Relembre o caso

Três homens com facões invadiram a casa da vítima no bairro Palmeira, em Modelo, por volta das 21h30. Na sequência começaram as agressões. O homem, mesmo ferido, tentou fugir, mas foi novamente agredido pelos criminosos.

A vítima foi socorrida e levada ao hospital de Modelo com as duas orelhas e parte da mão esquerda amputadas. O homem chegou a ser transferido para o hospital de São Miguel do Oeste, mas morreu na madrugada de 19 de abril em decorrência dos ferimentos.

Ainda no mês passado, o inquérito policial foi enviado pela Polícia Civil ao Poder Judiciário e ao MP (Ministério Público). A denúncia já foi oferecida e eles devem ir à júri popular.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...