Três suspeitos de cometer o primeiro homicídio do ano em Capinzal são presos

Após cumprimento de mandado de prisão domiciliar, os três homens foram encaminhados ao Presídio Regional de Joaçaba

Três suspeitos de terem cometido o primeiro homicídio de 2021 em Capinzal, no Meio-Oeste catarinense, foram presos na tarde de quarta-feira (6). Após cumprimento de mandados de prisão domiciliar, os homens foram encaminhados ao Presídio Regional de Joaçaba, onde aguardam pela conclusão da investigação.

Investigação da Polícia Civil resultou na prisão de três suspeitos do primeiro homicídio do ano em Capinzal – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDInvestigação da Polícia Civil resultou na prisão de três suspeitos do primeiro homicídio do ano em Capinzal – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Conforme a delegada da Polícia Civil, Fernanda Gehlen da Silva, os homens estavam escondidos em uma casa no município de Herval d’Oeste, distante 35 quilômetros de Capinzal. Eles estavam foragidos desde o dia do crime.

“Logo que se tomou conhecimento desse crime, a equipe de investigação se fez presente no local e iniciou as diligências que resultaram na identificação dessas pessoas. A residência de Herval d’Oeste era o local onde se tinha conhecimento onde os suspeitos estavam desde o dia do crime quando na tarde de ontem [quarta] retornaram as suas casas em Capinzal”, esclarece a delegada.

O homicídio contra Cristiano da Silva Ribeiro, de 26 anos, ocorreu no dia 2 de janeiro por volta das 16h40 na rua Devino Fracaro, no bairro Maximiliano Toaldo, em Capinzal. Os principais suspeitos do crime são pai, filho e sobrinho.

De acordo com a delegada, o crime teria sido motivado após uma desavença antiga contra outro homem. A vítima foi ferida nas pernas por disparos de arma de fogo e com um objeto perfurante nas costas.

“Momentos antes da morte ocorreu uma briga na rua Alcir Silva envolvendo Cristiano [vítima], e um outro rapaz, desafeto dele. Nessa confusão acabaram pelo menos duas pessoas feridas levemente. Logo em seguida, a vítima empreendeu fuga e, pelo o que se apurou, ela foi perseguida pelos três suspeitos até a rua Devino Fracaro quando foi atacada e ferida”, acrescenta a delegada.

Suspeitos do crime, sendo pai, filho e sobrinho, estavam foragidos desde o dia do crime – Foto: Polícia Civil/Divulgação/NDSuspeitos do crime, sendo pai, filho e sobrinho, estavam foragidos desde o dia do crime – Foto: Polícia Civil/Divulgação/ND

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia