‘Uma cena de horror’: Família é feita refém durante assalto em Itajaí

Vítimas relatam momentos de horror vividos durante um assalto no bairro Cidade Nova

Uma família de Itajaí passou momentos de horror ao voltar para casa, no bairro Cidade Nova, na madrugada de terça-feira (20). O casal e os filhos foram rendidos por três assaltantes armados.

‘Uma cena de horror’: Família é feita refém durante assalto em Itajaí – Foto: Divuldação/PM/ND‘Uma cena de horror’: Família é feita refém durante assalto em Itajaí – Foto: Divuldação/PM/ND

A ação durou cerca de 10 minutos. O homem, uma das vítimas, contou que, assim que estacionou o carro na garagem, chegando de um compromisso, foi surpreendido por três homens armados.

“Eles apontaram as armas para a gente, na cabeça da minha filha de 2 anos”, conta a vítima, ainda abalada com a situação. “Foi uma situação horrível, uma cena de horror”.

Ele logo foi levado para dentro de casa e trancado em um dos quartos. A esposa dele e os filhos, que também estavam em casa, foram mantidos na sala.

Os bandidos reviraram os guarda-roupas atrás de dinheiro, enquanto faziam ameaças à família. O homem chegou a ser agredido com coronhadas na cabeça.

“É um sentimento que a gente não deseja pra ninguém”, conta. Uma das crianças, que presenciou a cena, também está muito abalada, e não consegue mais dormir.

Os assaltantes fugiram com o carro da família e levaram um celular. A PM (Polícia Militar) fez rondas no bairro Cidade Nova e na BR-101, mas não encontrou os autores.

Um dos assaltantes foi identificado pelas vítimas. Ele também seria autor do roubo de uma caminhonete no bairro Imaruí, dois dias antes, mas também não foi encontrado.

Depois de viver momentos de horror, a família pretende ir embora de Santa Catarina. Eles vivem em Itajaí há cerca de um ano.

Com informações do repórter Paulo Metling, da NDTV

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...