Veloz e furioso: Porsche é guinchado após atingir 174 km/h na SC-401, em Florianópolis

PMRv flagrou o veículo em velocidade bem acima do limite permitido, que é de 80 km/h; motorista se recusou a fazer o teste do bafômetro

Mais um caso de excesso de velocidade foi flagrado pela PMRv (Polícia Militar Rodoviária) na manhã deste sábado (4) na SC-401, em Florianópolis.

Um motorista, a bordo de um Porsche Panamera, atingiu a velocidade de 174 km/h na rodovia – mais que o dobro do limite, que é de 80km/h.

Porsche Panamera foi guinchado após motorista ser flagrado dirigindo a 174 km/h na SC-401 – Foto: Divulgação/PMRvPorsche Panamera foi guinchado após motorista ser flagrado dirigindo a 174 km/h na SC-401 – Foto: Divulgação/PMRv

O carro, com placas de Mato Grosso do Sul, foi guinchado depois da abordagem de policiais em um ponto posterior ao da fiscalização. Ele transitava no sentido bairro-Centro.

O motorista recusou o teste do bafômetro.

De acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), recusar “teste, exame clínico, perícia ou outro procedimento que permita identificar álcool ou outra substância psicoativa” é infração gravíssima.

Limite de velocidade em rodovias catarinenses é de 80 km/h – Foto: Divulgação/PMRvLimite de velocidade em rodovias catarinenses é de 80 km/h – Foto: Divulgação/PMRv

Com isso, o motorista pode ser punido com multa, retenção do veículo, recolhimento da habilitação e até a suspensão do direito de dirigir por 12 meses.

Excesso de velocidade na SC-401

Mesmo em uma área integrada à cidade, e com postos de fiscalização, é frequente a incidência de altíssimas velocidades na SC-401 – geralmente por veículos de luxo.

Em março deste ano, também em um sábado, um motorista de um Audi foi flagrado a 197 km/h na rodovia.

Em 2020, outro Porsche foi flagrado em altíssima velocidade no trecho. O veículo trafegava a 194 km/h.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Polícia

Loading...