Vereador de Florianópolis é vítima de atentado com explosivo

Dalmo Meneses (DEM) registrou, na noite da quinta-feira, o arremesso de um explosivo contra sua residência, no Norte da Ilha; é o segundo ataque a um parlamentar da Capital só nesta semana

O vereador de Florianópolis Dalmo Meneses (DEM) registrou, na noite da quinta-feira (21), uma explosão na porta da sua residência, localizada no Norte da Ilha de Santa Catarina. Esse foi o segundo atentado contra vereadores da Capital somente nesta semana.

Decano entre os vereadores, Dalmo Meneses (DEM) conduziu a sessão de posse do prefeito da Capital, Gean, do vice, Topazio Neto, e dos 23 vereadores – Foto: Anderson Coelho/NDDecano entre os vereadores, Dalmo Meneses (DEM) conduziu a sessão de posse do prefeito da Capital, Gean, do vice, Topazio Neto, e dos 23 vereadores – Foto: Anderson Coelho/ND

A ocorrência foi comunicada a PMSC (Polícia Militar de Santa Catarina) junto ao 21º BPM (Batalhão da Polícia Militar). Conforme o registro, o parlamentar revelou que por volta das 23h um explosivo foi arremessado contra a sua residência.

O estouro ainda teria danificado a porta da casa. No episódio ninguém ficou ferido. A ocorrência foi registrada como dano ao patrimônio e perturbação da tranquilidade.

O caso está nas mãos da Polícia Civil de Santa Catarina que, em contato com a reportagem, informou que já tomou as providências cabíveis. A investigação está com a 8ª DP (Delegacia de Polícia), localizada no bairro Ingleses.

Até o momento a investigação segue e ninguém foi preso.

A reportagem tentou o contato com o parlamentar, por diversas vezes, mas até o fechamento da matéria não havia obtido retorno.

Dalmo Meneses está em seu 6º mandato como vereador tendo sido eleito, pela primeira vez, em 1996.

Segundo episódio contra um parlamentar na semana

Há dois dias, o estabelecimento do vereador Renato Geske, o Renato da Farmácia, foi alvo de um ataque. Conforme trazido pelo ND, por meio do colunista Fabio Gadotti.

Na última quarta-feira, o ocupante de um carro vermelho “pagou um morador de rua para jogar a pedra” contra o estabelecimento e fugiu em seguida.

O vereador, em contato com o colunista, ainda garantiu que não se intimidaria pelo gesto, fazendo uma alusão aos recentes episódios envolvendo funcionários da Comcap. Renato da Farmácia é o relator do pacote enviado ao Executivo com mudanças na Comcap.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Polícia